Digitalização de Cemitérios: MyHeritage está de volta (com amigos)!

Comentários1

Como parte da iniciativa global que lançamos com o BillionGraves, no início deste ano, a equipe MyHeritage recrutou um grupo de voluntários entusiasmados para continuar os nossos esforços para digitalizar o acervo de cemitérios.

Após a digitalização muito bem sucedida de um cemitério de médio porte, de grande importância histórica no início deste ano (veja o vídeo), decidimos realizar o nosso maior desafio até agora e digitalizar o maior cemitério de Israel, com mais de 200.000 túmulos. Então, no início desta semana, embarcamos em um projeto único para fotografar todas as lápides do enorme cemitério de Holon, no centro de Israel.

Este foi um dos maiores eventos do gênero,  já organizados, no mundo todo!

O melhor aspecto do evento foi a incrível colaboração entre o MyHeritage e as maiores associações de genealogia de Israel, além dos usuários mais experientes do MyHeritage. No total, cerca de 120 pessoas se juntaram a nossa iniciativa e participaram do evento. Cerca de 150.000 fotos de lápides foram tiradas ao longo do dia! Foi animador ver essa colaboração entre tantas pessoas que se preocupam com a genealogia, de todas as idades e grupos, trabalhando juntos para criar um recurso incrível que é gratuito e de uso comunitário.

O dia começou às 8h30, com os funcionários e voluntários do MyHeritage chegando em nossos escritórios, e terminou às 18h30.

Às 9h, nós degustamos em conjunto um café da manhã e já recebemos as instruções para o trabalho. Gilad Japhet, fundador e CEO do MyHeritage e expert em genealogia  descreveu as melhores práticas para fotografar as lápides, para obtermos os melhores resultados possíveis. Gilad tirou só ele cerca de 5000 fotos de lápides este ano, um número que outros CEOs de genealogia dificilmente conseguiriam bater!


Às 9h30, três ônibus reservados pelo MyHeritage levaram todos para o cemitério Holon.

width = “656” Uma imagem de satélite do enorme Cemitério de Holon (clique para ampliar)

Das 10h30 até às 13h estávamos todos ocupados fotografando as lápides, trabalhando em pares, para cobrir de forma eficiente o cemitério.


Fizemos uma pausa para um piquenique em um parque nas proximidades.


Então voltamos para o cemitério e continuamos fotografando lápides até o sol se pôr.

Recebemos alguns feedbacks excelentes dos nossos voluntários:

David Benaim –

Gostaria de elogiar a iniciativa maravilhosa, o investimento e o trabalho duro envolvido na organização do evento. Eu gostei muito. Quanto mais eventos como este, melhor. Mandaram bem, MyHeritage!!!!

Arnon Hershkovitz –

Obrigado pela organização exemplar e pela oportunidade de contribuir para o bem comum. Foi sem dúvida um grande dia!

Rose Feldman –

Foi uma experiência e tanto! A combinação da ajuda de voluntários e associações genealógicas em todo o país, juntamente com o apoio de funcionários MyHeritage, resultou neste esforço incrível para construir uma base de dados nacional de cemitérios. Vale a pena você também ser voluntário na próxima vez.

Hudson Gunn, presidente da BillionGraves –

Obrigado por terem nos incluído neste grande projeto! Parabéns a você e a sua equipe! Vocês realizaram oficialmente o maior projeto de cemitério  de todos tempos e carregaram mais fotos que qualquer projeto na história!

Aqui está uma seleção de fotos deste dia incrível:

O evento no Holon foi muito bem organizado e todos foram para casa no final do dia com a sensação de dever cumprido. As fotos serão transcritas em breve e todos os dados estarão disponíveis gratuitamente no MyHeritage e no BillionGraves.

Pretendemos organizar outro evento de um dia num futuro próximo para concluir a digitalização do cemitério de Holon.

Cabe a nossa geração preservar estas lápides e armazenar suas valiosas informações para as gerações futuras. No MyHeritage, levamos esta responsabilidade muito a sério. Nós convidamos você a se juntar à nossa iniciativa e nos ajudar a digitalizar os cemitérios do mundo, juntos.

Deixar um comentário

O e-mail será mantido em sigilo e não será mostrado

  • Mauro Esteves


    dezembro 17, 2014

    Que magnífica iniciativa.