TEDMED MyHeritage DNA

TEDMED: Diretor do MyHeritage palestra sobre DNA

Comentários

O Diretor de Ciência do MyHeritage, Dr. Yaniv Erlich, recentemente deu uma palestra no TEDMED, a comunidade global dedicada a compartilhar ideias impactantes e capacitar líderes sobre mudanças na saúde e na medicina.

Yaniv falou sobre o imenso potencial da pesquisa biomédica e as muitas informações que podemos adquirir com a pesquisa genealógica. Essas ideias incluem a longevidade dos indivíduos, padrões de migração, novas pistas para resolver crimes em casos arquivados e muito mais.

Assista a palestra de Yaniv no TEDMED aqui:

Antecedentes familiares

Yaniv inicia sua palestra no TEDMED descrevendo “Tio Bernie”, o arquetípico genealogista da família que procura os membros da família para obter mais informações. Quando criança, Yaniv gostava muito de genealogia. Como muitos adolescentes israelenses, ele conduziu seu próprio projeto de genealogia na sétima série. Ele achava tão divertido que ele pediu à mãe que o levasse, várias vezes, ao Museu do Povo Judeu de Beit Hatfutsot – que tinha uma das únicas fontes de informações genealógicas disponíveis na época. Uma coisa que ele adorava era como a história do mundo se cruza com as histórias da família, e o processo de encontrar ancestrais parecia um trabalho de detetive. Depois de fazer um bom trabalho no projeto, Yaniv ganhou o título de melhor projeto de genealogia do ano em sua escola. A atual genealogista de sua família é sua tia.

A última vez que Yaniv passou algum tempo na genealogia de sua família foi depois que seu pai faleceu há dois anos. Ele achou o processo terapêutico e curativo: “De alguma forma, senti que rastrear meus ancestrais me conecta ao meu pai e à sua infância, e revisar o ciclo de vida dos parentes da minha família me deu certa serenidade e conforto de que a tristeza que estou experimentando é simplesmente parte dos rios intermináveis de gerações. “

A Árvore Genealógica Mundial

Durante o período em que Yaniv estava terminando seu doutorado, ele foi convidado a participar do site Geni.com. Aos poucos, ele se interessou mais em genética humana, e o site o intrigou. Quando ele começou a documentar sua árvore genealógica, ficou chocado ao descobrir que muitos de seus parentes já estavam no site. Isso o fez concluir que as árvores genealógicas são um dos ativos mais valiosos da genética humana. No entanto, grandes árvores genealógicas são muito difíceis de coletar.

Alguns meses depois, Yaniv iniciou seu próprio grupo de pesquisa independente no Instituto Whitehead do MIT. Como um dos primeiros projetos do laboratório, ele decidiu tentar coletar todos os dados do Geni.com. Depois de aprovado, foi instruído a coletar dados e, eventualmente, 86 milhões de perfis públicos foram baixados do Geni.com. Com o tempo o projeto cresceu, completando 8 anos do início à publicação.

O segredo para uma vida longa

Um dos traços que Yaniv estudou foi a relação entre genética e longevidade. A questão do que pode influenciar nossa vida útil é importante para nós, como indivíduos e como sociedade. Mas antes deste estudo, pouco se sabia sobre seu componente genético. Alguns estudos sugerem que 25% da variação na longevidade pode ser atribuída a diferenças genéticas, mas essa alegação nunca foi apoiada por pesquisas.

Usando os dados do Geni.com, Yaniv e sua equipe estudaram a leitura da longevidade de milhões de pares de parentes. Sua análise mostrou que a longevidade é muito menos herdável do que se pensava anteriormente: apenas cerca de 15% da variação na população pode ser atribuída a diferenças genéticas.

Além disso, os resultados sugerem uma solução para um debate em andamento na genética humana sobre o modo como as variações genéticas afetam características. O estudo mostrou que o valor de cada variante genética é independente das outras variantes e não é afetado por seu status, como alguns pensaram. Yaniv disse no TEDMED que essa é uma ótima notícia para a medicina de precisão: se cada variante funcionar de forma independente, significa que será mais fácil encontrar as de longevidade no futuro.

Padrões de migração

Outra descoberta interessante e surpreendente na pesquisa de Yaniv foi que as famílias tendem a permanecer no mesmo local. Ele descobriu que a maioria dos nossos primos em terceiro grau está a algumas dezenas de quilômetros de distância. E que a maioria de nós encontrará nosso cônjuge a cerca de 100 km de onde nascemos.

O futuro da pesquisa genealógica no TEDMED

Segundo Yaniv, o DNA é claramente a chave para o futuro da genealogia. Ele destaca uma revolução em andamento nesse campo. Os testes de DNA permitem que os genealogistas encontrem parentes além das informações dos registros genealógicos. E que podem ser usados como uma ferramenta para validar esses registros. Além disso, o DNA ajuda a resolver casos em que faltam registros, como no caso de adotados, sobreviventes do Holocausto e até tráfico de crianças.

Graças à revolução da genômica, testes de DNA como o do MyHeritage são altamente acessíveis, democratizando o acesso por segmentos crescentes da população. Um artigo recente da Technology Review estimou que mais de 26 milhões de pessoas fizeram esses testes, e a aceitação deles mostra um aumento exponencial. Alguns estimam que, em uma década, a maioria das pessoas nas sociedades ocidentais terá acesso às suas informações genéticas. Isso significa que podemos construir uma árvore genealógica global com base em correspondências de DNA, além de informações genealógicas e histórias de família.

Yaniv é apaixonado pela ciência e pelo enorme potencial que ele tem para liderar o MyHeritage em contribuições substanciais nos campos da genética, antropologia, saúde pública, economia e outros. Fique ligado nas próximas aventuras!

Deixar um comentário

O e-mail será mantido em sigilo e não será mostrado