15    out 201316 Comentários

Parceria com o FamilySearch traz bilhões de novos dados ao MyHeritage!

Temos o imenso prazer em anunciar que o MyHeritage acabou de fechar uma parceria estratégica com uma das organizações líderes no mercado da genealogia, o FamilySearch. Parceria esta que irá trazer bilhões de registros históricos mundiais e perfis de árvores genealógicas cobrindo vários séculos para o site de MyHeritage.


Este é verdadeiramente um "momento histórico" na indústria da história familiar e um evento muito especial para entusiastas da genealogia pelo mundo afora.

Registros históricos são o suporte principal da pesquisa genealógica e simplesmente essenciais para que se encontrem novas conexões familiares ou novas informações sobre os antepassados. Os perfis na árvore genealógica são também muito úteis para que  encontremos novos parentes e para que aproveitemos do conhecimento coletivo de milhões de outros usuários.

Durante os próximos meses, adicionaremos mais de 2 bilhões de registros no SuperSearch, o motor de busca de registros históricos de MyHeritage, oriundos das coleções de registros históricos internacionais do FamilySearch, bem como perfis de árvores genealógicas online.

Os registros cobrem centenas de anos e incluem registros vitais, tais como censos, certidões de nascimento, casamento e óbito e centenas de outras coleções provenientes de vários países, incluíndo Brasil e Portugal! Os perfis de árvores genealógicas incluem todos os perfis nas árvores familiares coletivas do FamilySearch, excluíndo os perfis de pessoas vivas. Atualizações e novas adições feitas nesta árvore também serão adicionadas ao SuperSearch.

Nossas tecnologias de busca por coincidências serão utilizadas nestes novos registros e perfis, de forma que os usuários de MyHeritage recebam SmartMatches e RecordMatches, sempre que haja coincidência com as suas próprias árvores genealógicas. Certamente, isto trará novas descobertas para os usuários de MyHeritage, que enriquecerão ainda mais a sua história familiar.

Trazer este enorme tesouro faz parte do nosso esforço de fornecer registros internacionais no site de MyHeritage, pois faz parte da nossa missão de ajudar famílias a explorar e compartilhar seus legados online.

Logo abaixo listamos perguntas e respostas relacionadas à parceria. Para mais informações, leia a nossa nota de imprensa oficial.

P- O que será fornecido ao MyHeritage pelo FamilySearch?
R- FamilySearch irá dividir com o MyHeritage um número impressionante de registros históricos internacionais e perfis de árvores genealógica, que são essenciais na pesquisa familiar. Estes incluem todos os perfis de indivíduos já falecidos incluídos na Árvore Genealógica do FamilySearch (com 1 bilhão de perfis) e uma seleção bastante ampla de registros históricos globais (cerca de 1,2 bilhões de registros adicionais).

P- Quais coleções serão levadas para o MyHeritage e de quais países elas são?

R- Os registros históricos são provenientes de coleções de documentos de dezenas de países ao redor do mundo. Estes incluem registros vitais tais como certidões de nascimento, batismo, casamento e óbito. Os registros são oriundos do Brasil, Portugal e de toda a Europa, bem como América Latina, América do Norte, Ásia e outras regiões.

P- Quanto tempo irá levar até que estes registros internacionais e os perfis da árvore genealógica sejam incluídos no site?
R- As coleções serão inseridas no SuperSearch nos próximos meses.

P- As SmartMatches e RecordMatches funcionarão com os novos registros?
R- Sim. Os usuários de MyHeritage receberão avisos de SmartMatches e RecordMatches em relação aos novos registros adicionados e poderão salvas as novas informações diretamente em suas próprias árvores genealógicas. A nossa tecnologia do Record Detective estará atuando para que muitos destes registros apontem para outros, novos, de forma que cada descoberta individual se transforme numa fonte de novas informações.

P- Este conteúdo será gratuito?
R- Algumas destas coleções estarão à disposição gratuitamente. Para outras, no entanto, será necessário adquirir a já existente Assinatura de Dados de MyHeritage. Uma Assinatura de Dados dá acesso irrestrito a todas Record Matches e a todos os registros históricos e perfis de árvores genealógicas de MyHeritage, incluindo jornais, censos e certidões de nascimento, casamento e óbito.

P- O que MyHeritage dará ao FamilySearch?
R- MyHeritage dará o acesso a suas tecnologias como Smart Matching e RecordMatching, de forma que os usuários do FamilySearch também recebam anúncios de coincidências entre suas árvores e, especialmente, com os registros históricos fornecidos pelo FamilySearch. Este recurso estará disponível para os membros do FamilySearch em 2014.

P- O MyHeritage dará alguma árvore genealógica, de seus usuários, para o FamilySearch?
R- Não. As informações dos usuários de MyHeritage permanecerão em MyHeritage e este conteúdo nunca será licenciado, compartilhado, vendido ou dado a terceiros.

P- O que devo fazer se eu tenho uma árvore em MyHeritage e eu não quiser receber informações de coincidências com o FamilySearch?
R- Vá para a aba "Minha privacidade" na página do MyHeritage que pode ser encontrada no menu, no canto superior direito, logo abaixo do seu nome. Clique então em "conteúdo", logo abaixo do nome do seu site de família e desmarque a opção "Habilite SmartMatching com outros sites e parceiros de MyHeritage".

P- O que este passo significa para o comunidade de genealogia?
R- Milhões de pessoas ao redor do mundo, que estão usando MyHeritage e/ou FamilySearch, terão agora oportunidades ainda maiores de descobrir a sua história familiar. Os usuários de MyHeritage terão grandes oportunidades com os registros históricos digitalizados do FamilySearch e os usuários do FamilySearch irão se beneficiar das tecnologias poderosas criadas por MyHeritage.

Comentários (16) Trackbacks (0)
  1. Boa Tarde,

    Excelente notícia.
    Eu já pesquiso bastante coisa no FamilySearch e realmente é muito bom usufruir a todo o conteúdo.

    Parabéns pela iniciativa.
  2. Alem de uma excelente base de dados o FamilySearch tem um dos melhores atendimentos ao usuário que já presenciei. Eles são perfeitos e tralham muito bem: tenho uma arvore no FamilySearch.
  3. Parabéns pela parceria!
  4. EU ACHEI UMA OTIMA IDEIA.
    QUEM TEM ARVORE FAMILYSEARCH , TEM ARVORE GENEALOGICA MYHERITAGE COMO FICAR ESSE PERFIL
  5. e agora myheritage tem fazer outra parceria com SPENCER WELL DA NATGEO IBM PARTICIPAR DA JORNA GENO 2.0

    #https://genographic.nationalgeographic.com/#

    Sobre o Projeto Genográfico
    O que é o Projeto Genográfico?
    O Projeto Genográfico tem como objetivo registrar novos dados sobre a história migratória da raça humana e responder perguntas antigas sobre a diversidade genética da humanidade. O projeto envolve uma associação de pesquisa sem fins lucrativos entre a National Geographic Society e a IBM, criada em 2005 para durar cinco anos, que utiliza a genética como ferramenta para obter respostas para questões antropológicas em escala global. O núcleo do projeto é composto por um consórcio de 11 equipes de pesquisa de várias regiões do mundo que, seguindo os protocolos científicos e éticos de cada região, são as responsáveis pela coleta e pela análise do DNA das amostras nas suas respectivas áreas. O projeto é aberto ao público, convidado para participar comprando, por meio do site oficial, um kit de Participação Pública e anônima. As pessoas interessadas também podem optar por doar os seus resultados genéticos para ampliar o banco de dados. O fruto da venda desses kits é reinvestido em pesquisas e destinado ao Fundo para a Proteção do Patrimônio Indígena, à revitalização da língua das comunidades indígenas e a projetos culturais.
    Por que este projeto é único?
    Quase todo o nosso conhecimento sobre genética antropológica se baseia em amostras de DNA doadas por aproximadamente 10 mil pessoas, indígenas e grupos tradicionais, do mundo todo. Embora isto nos dê uma ideia bastante ampla do padrão do comportamento migratório da espécie humana, representa apenas uma pequena parcela da diversidade genética dos seres humanos. O Projeto Genográfico coleta e analisa amostras de DNA de milhares de pessoas de etnias diferentes, o que o torna um dos maiores estudos do mundo no campo da genética antropológica, dentro de um âmbito ético e de acordo com protocolos e pautas do Conselho de Revisão de cada região. Nosso objetivo é que as informações recolhidas nos permitam mapear os comportamentos migratórios nos últimos 150 mil anos para preencher as enormes lacunas da história migratória da humanidade. Convidamos o público do mundo todo a participar ativamente do projeto por meio da compra de um kit de Participação Pública. Com uma simples amostra da mucosa da boca, colhida com zaragatoa, os participantes podem se informar sobre seus próprios ancestrais - se quiserem - e contribuir para o projeto fornecendo os resultados para o banco de dados.
    Qual será o resultado final?
    Essencialmente teremos uma visão detalhada de quem somos e como nos deslocamos pelo mundo. O Projeto Genográfico vai gerar a criação de um banco de dados global sobre a variação genética dos seres humanos e as informações antropológicas associadas (tais como línguas, costumes sociais, etc.) Este banco de dados constituirá um recurso de valor incalculável para as comunidades científicas. Muitos grupos indígenas e tradicionais do mundo todo enfrentam atualmente grandes desafios para as suas identidades culturais. O projeto lhes fornecerá um panorama das variações genéticas da raça humana antes que se perca o contexto cultural necessário para que toda essa informação tenha sentido. Temos esperança de que as nossas descobertas destaquem a relação estreita que existe entre todos nós como integrantes desta grande família de seres humanos.
    Por que o foco está nos comportamentos migratórios dos seres humanos?
    As evidências científicas sugerem que a origem da espécie humana remonta à África. Mas há muitas outras perguntas. Por exemplo: Como emigramos e povoamos os outros pontos do mundo? O Projeto Genográfico pretende desvendar alguns destes mistérios. Descobrir os detalhes de como nos deslocamos pelo mundo. Estabelecer qual foi o impacto da cultura na variação genética do ser humano e como as práticas culturais afetaram nossos padrões de diversidade genética. Se temos um ancestral moderno em comum, por que somos tão diferentes uns dos outros? Por enquanto sabe-se muito pouco sobre estas questões.
    Por que participar?
    Ao participar do Projeto Genográfico você contribui para um enorme esforço de pesquisa em tempo real que gera descobertas científicas importantes de interesse público sobre genética demográfica. Estes dados com o tempo formarão o maior banco de dados sobre o assunto. Além disso, você terá a oportunidade de se informar sobre seus primeiros ancestrais e a rota migratória que eles percorreram, como outras 350 mil pessoas já fizeram. O projeto conta também com um Fundo para a Proteção do Patrimônio indígena, a revitalização da língua das comunidades indígenas e seus projetos culturais.
    Que exames são feitos?
    Os participantes se submetem a dois testes com o único objetivo de definir padrões migratórios:
    Homens: Teste de DNA do Cromossomo Y. Permite identificar a origem geográfica de antigos ancestrais na linha paterna direta.
    Mulheres: Teste de DNA mitocondrial (ADNmt). Busca marcadores no DNA mitocondrial das mulheres para identificar as origens migratórias da linha materna direta.
    Como esses testes são realizados?
    Cada participante recebe um kit de Participação Pública que contém dois conjuntos para coletar de forma indolor amostras de mucosa da boca. A sensação da coleta é a mesma que temos esfregando a parte interna da bochecha com uma escova de cerdas macias. O kit inclui um conjunto para uma cópia de segurança, a fim de obter um resultado melhor. As amostras são colocadas dentro de uma solução e enviadas ao laboratório para serem analisadas.
    O que esses estudos podem revelar a quem participa?
    É importante lembrar que o Projeto Genográfico não é um estudo genealógico. Você não receberá informações sobre seus familiares próximos nem seus marcadores genéticos o levarão necessariamente à sua localização no presente. Na verdade, esse estudo revelará a história antropológica antiga dos seus ancestrais diretos maternos ou paternos - onde eles viviam e como emigraram para outros lugares do mundo há milhares de anos. Ao interpretar os resultados do kit genográfico é preciso levar em conta que estão sendo procuradas linhagens ancestrais e seus padrões migratórios associados em uma linha de tempo antropológica. Isto significa que abrimos uma janela para o passado, há milhares de anos. De fato, todos nós fazemos parte da grande árvore genealógica da humanidade, mais do que da pequena árvore familiar à qual estamos habituados.
    Todos os integrantes da família deveriam participar do exame?
    Não, não é necessária mais do que uma amostra de um integrante masculino e de um feminino com laços de consanguinidade para determinar os ancestrais das linhas diretas, tanto maternas quanto paternas. Apenas um de dois irmãos deve fazer o exame. Os irmãos compartilham a mesma história e, por isso, não é necessária a participação de ambos. Além disso, também não é preciso que mãe e filha analisem seu DNA mitocondrial.
    Este exame envolve riscos ou benefícios?
    Não conhecemos nenhum risco que possa resultar do ato de esfregar a mucosa da boca para coletar o material ou da análise da amostra do DNA para determinar a história migratória dos ancestrais. Os benefícios de participar seriam a possibilidade de saber mais sobre a origem de cada família e seu vínculo com outras pessoas em lugares diferentes do mundo, além da participação em um projeto de pesquisa em tempo real.
    O Projeto Genográfico compartilhará os resultados dos exames com outras pessoas?
    Não. O Projeto Genográfico não realiza estudos vinculados com a medicina a partir das amostras de DNA fornecidas pelo público participante. Os estudos têm como objetivo determinar as rotas migratórias dos nossos ancestrais e o ramo da árvore genealógica da humanidade ao qual pertencemos. O projeto não analisa de nenhum ponto de vista a saúde, o estado de saúde ou qualquer doença hereditária. Os testes de DNA não poderão ser utilizados com a finalidade de estabelecer laços de paternidade. Assumimos o compromisso de respeitar a privacidade dos participantes e, por isso, não compartilharemos informações com nenhum grupo externo ou agência governamental.
    Como as informações dos participantes são protegidas e como a segurança, a privacidade e a confidencialidade são garantidas?
    Adotamos as medidas necessárias e lógicas para implementar vários níveis de segurança no projeto. Todas as informações das amostras e os resultados analíticos estão em um único lugar, especialmente projetado para isso, nos escritórios da National Geographic Society, chamado DNA Analysis Repository (DAR, na sigla em inglês - Depósito de Análise de DNA), que é um banco de dados central que processa informações eletrônicas para o Projeto Genográfico. O DAR utiliza um software de administração de informações projetado pela IBM para organizar os dados coletados pelos pesquisadores do Projeto Genográfico no mundo todo. A infraestrutura, as políticas e os procedimentos do projeto oferecem em geral formas seguras de transmissão, armazenamento e administração de todos os dados e registros de DNA.
    Como a privacidade e a confidencialidade dos dados dos participantes de comunidades indígenas são garantidas?
    Os centros regionais codificam as amostras que recebem das comunidades indígenas e as recodificam quando registram os resultados. Só estas informações recodificadas estão no banco de dados central. O vínculo entre o código criado regionalmente e o nome da pessoa ficará protegido em um documento em cada região. Assim o banco de dados não poderá fazer nenhuma associação entre eles sem a participação do centro regional. Além disso, há determinados procedimentos para evitar que qualquer pessoa possa comparar seus dados com os do bando de dados central sem o conhecimento da National Geographic Society.
    O que acontece se os resultados de uma pessoa apontam um lugar totalmente diferente do habitado pelos seus verdadeiros ancestrais?
    Os resultados revelam os primeiros ancestrais em uma linha de descendência direta (paterna ou materna) e mostram a rota migratória que eles percorreram há milhares de anos. Esta rota constitui uma parte da história e não exclui o que já se sabe sobre o passado genealógico mais recente. Não tem relação com a identidade cultural, a herança étnica ou a nacionalidade do passado histórico mais recente. Os resultados individuais podem confirmar expectativas sobre suposições sobre os ancestrais ou até surpreender com uma nova história sobre o nosso passado genético. Os participantes não receberão uma porcentagem dos antecedentes genéticos detalhados por grupo étnico, raça ou origem geográfica. Também não receberão confirmação alguma sobre relação direta com tribos ou comunidades indígenas. Este estudo não é genealógico. Por isso eles não receberão dados sobre seus avós ou familiares atuais. Além disso, os marcadores do DNA não necessariamente os levarão até a sua localização atual. Na verdade, os resultados revelarão a história antropológica dos ancestrais diretos maternos ou paternos - onde eles viviam e como emigraram pelo mundo há milhares de anos.
    Quem são os responsáveis pelo Projeto Genográfico?
    O Projeto Genográfico é uma associação entre a National Geographic Society e a IBM. O trabalho científico conta com o respaldo da Waitt Family Foundation. Os cientistas usam equipamentos da Applied Biosystems para as pesquisas de laboratório nos centros regionais. O projeto trabalha com a Family Tree DNA para realizar os testes do público participante.
    A National Geographic Society ou a IBM obtêm retorno financeiro com o Projeto Genográfico?
    Não. A National Geographic Society é uma organização científica e de pesquisa sem fins lucrativos. A IBM participa como sócia corporativa, proprietária da tecnologia de informática, com pessoal e equipamentos. A arrecadação com a venda do kit de Participação Pública é reinvestida em pesquisa e destinada ao Fundo para a Proteção do Patrimônio indígena, à revitalização da língua das comunidades indígenas e a projetos culturais.
  6. http://youtu.be/mZ7XNWJ0_d0
  7. #http://youtu.be/pyOS05GUze0
  8. os registros do familysearch, principalmente registros da igreja catolica, que não estão indexados.Existe alguma politica de ajudar na indexação deste registro para disponibiliza-lo?
  9. Olá Aloísio,
    não tenho certeza se entendi sua pergunta. Você gostaria de ajudar na indexação? Ou gostaria de saber se nós vamos indexá-los?
  10. Ótimas noticias. Parabéns!

    Blog Família Naves - Projeto Árvore Genealógica
    http://www.familiaresnaves.blogspot.com
  11. Excelente noticia. Certamente os acervos de ambos sistemas ficarão mais ricos e beneficiarão aos seus usuários. Recentemente encontrei informações sobre meus ancestrais KROPF oriundos da antiga Prússia, atual Alemanha. Creio, à primeira vista, que faltou a interligação dos parentes. Até hoje não consegui descobrir os pais do casal FRANZ KROPF e ANNA MARIA DEGEN, casados em Bischofsdhron, em 25.09.1833, na Igreja Católica.
  12. Oi César, sim, nós já falamos sobre este projeto aqui no blog. Você leu? http://blog.myheritage.com.br/2011/10/ta-dificil-saber-de-onde-voce-veio/ Está participando do projeto? Se estiver e quiser escrever sobre a sua experiência para o blog, entre em contato conosco! Envie seu email para brasil@myheritage.com.
    Obrigada!
  13. sugestão deveria ter uma ferramenta para achar pessoas amigos e parentes desaparecidos
  14. Oi César,

    esta ferramenta existe. É o SuperSearch.
  15. ola karen sou nova por aqui mas gostei muito da pagina olha fiz a minha árvore mas gostava muito de saber os nomes dos meus tataravos que vieram da Alemanha por volta 1925 meus bisavós são julia ema hertzel não sei o sobre nome de solteira e carlos friedrich hertzel
  16. Demorou. Todos os bancos de dados sobre genealogia do mundo deveriam ser padronizados e unidos de alguma forma.

Deixe um comentário

Enviar

Deixe um comentário
Insire um nome
Por favor introduza um endereço de email

Sem trackbacks

Sobre nós  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2014 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados