Dia da Vitória: as histórias por trás de nossas fotos favoritas de usuários do MyHeritage

Dia da Vitória: as histórias por trás de nossas fotos favoritas de usuários do MyHeritage

Comentários

8 de maio de 1945 marcou o fim de um dos períodos mais sombrios da história moderna. Com a aceitação formal da rendição incondicional da Alemanha, a Europa emergiu da sombra do regime nazista. Hitler se foi, a Alemanha entrou em colapso e os Aliados prevaleceram. A euforia e o alívio sentido pelo povo da Europa e da América do Norte foram palpáveis – se espalharam pelas ruas enquanto as pessoas se reuniam em massa para celebrar sua liberdade.

Hoje, em 2021, aqueles que vivem em países com campanhas de vacinação bem-sucedidas podem ter uma pequena noção do alívio que alguém pode sentir ao chegar do outro lado de uma crise global estendida. Mas podemos apenas imaginar como foi ver o fim do Terceiro Reich. Mesmo as pessoas que não testemunharam os horrores cometidos pelos alemães em primeira mão passaram 6 anos vivendo com medo por seus entes queridos e ansiedade sobre o destino do mundo em geral. Não haveria como voltar à vida como eles a conheciam antes, mas entrar nesta nova era do pós-guerra deve ter sido nada menos do que emocionante.

As fotos dessas comemorações jubilosas nos oferecem um vislumbre único da atmosfera elétrica de alegria que encheu os países aliados naquele dia. Mas, além da história coletiva de um mundo que celebra sua liberdade, estão as histórias dos indivíduos capturados nessas fotos. A equipe de pesquisa do MyHeritage encontrou algumas fotos maravilhosas do V-E Day de usuários do MyHeritage e os contatou para descobrir essas histórias. Também as colorimos e aprimoramos usando as ferramentas de fotos do MyHeritage.

Aqui está o que descobrimos.

Roma Helfand em Toronto, Canadá

A mulher no topo é Roma Helfand, nascida Rosenzweig. Ela nasceu em Varsóvia, Polônia em 1926, e emigrou para Toronto, Canadá com sua família imediata em 1938 – escapando por pouco do terrível destino sofrido por aqueles que eles deixaram para trás, que morreram no gueto de Varsóvia.

Esta foto foi tirada no centro de Toronto, em frente à prefeitura. Roma está comemorando o fim da guerra com seus amigos, que estão segurando um jornal com o título “Rendição Incondicional”.

The Clarkes of Holly Road, Ellesmere Port, Cheshire, Inglaterra

Esta foto captura uma festa organizada pelos residentes de Holly Road em Ellesmere Port para comemorar o fim da guerra. A maioria das pessoas na foto são mulheres e crianças, já que a maioria dos homens da cidade ainda estava na linha de frente. “Os homens estavam longe de casa e a maioria dos moradores da cidade em 1945 eram as mães e seus filhos”, diz o usuário Derek Clarke do MyHeritage, cujo avô e madrasta estão no meio da foto. “Meu avô lutou na Primeira Guerra Mundial, e na Segunda Guerra Mundial ele estava muito velho para lutar, mas ele trabalhava para uma empresa que produzia petróleo.”

June Amy Richards em Perry Barr, Birmingham, Inglaterra

Esta foto mostra outra festa de bairro na Inglaterra, desta vez em Dewsbury Grove em Perry Barr, Birmingham. Como na foto anterior, a maioria dos moradores presentes são mulheres e crianças. June Amy Richards, 92, lembra-se bem dessa festa. Ela estava lá com seus pais e se lembra de como, apesar do racionamento de comida apertado no final da guerra, todos pareciam encontrar uma quantidade incrível de comida para trazer para a festa!

June lembra que seu pai instalou um “abrigo Anderson” de metal atrás de sua casa quando a guerra começou e, em seguida, empilhou terra sobre o telhado e usou a área para cultivar vegetais como alimento extra. Ela se lembra de ter que sair da cama e correr para o abrigo frio e úmido quando a sirene de ataque aéreo soou, e então esperar, tentando dormir um pouco mais, até que tudo estivesse limpo. Ela se lembra de sentir frio e tédio, em vez de medo.

Marilyn Byford em Chelmsford, Essex, Inglaterra

 

O bebê na borda direita da imagem é a usuária do MyHeritage Marilyn Byford, atualmente com 77 anos, do Reino Unido, nos braços de sua mãe, Grace Reeve (nascida Pilgrim).

A foto foi tirada durante uma festa em Cramphorn Road, Chelmsford, Essex. Os avós de Marilyn se mudaram para lá com seus filhos por volta de 1912 de Suffolk, viajando a cavalo e carroça

“Quando minha mãe morreu em 2013, encontrei uma cópia desta foto e a guardei”, diz Marilyn. “Infelizmente, Cramphorn Road, o lugar onde esta foto foi tirada em 1945, foi demolida nos anos 60 e uma nova propriedade foi construída lá.”

“Minha mãe tinha memórias da guerra”, diz Marilyn, “e ela costumava me dizer que teve sorte em sobreviver a ela. Ela estava em uma fábrica que foi bombardeada – a sirene disparou e, naturalmente, algumas pessoas correram para a direita, outras para a esquerda. Ela se lembrou de um cavalheiro que disse a ela: ‘Venha comigo, querida, sempre tenho sorte’. Ela o ouviu e sobreviveu, enquanto a maioria dos que haviam seguido o outro caminho morreu ”.

Sarah Shahi em Helwan, Egito

A foto foi tirada no Dia V-E na base da Força Aérea Britânica em Helwan, no Egito. No centro da foto está Sarah Shai (nascida Berferman), avó de Tzahi Friedman – uma usuária de MyHeritage de 49 anos de Israel.

“Minha avó e meu avô, os falecidos Sarah e Avraham, nasceram em Tel Aviv, Israel”, diz Tzahi. “Os dois se ofereceram para o Exército Britânico durante a Segunda Guerra Mundial, depois que o ‘assentamento hebreu’ foi chamado para ajudar na guerra contra os nazistas. Durante seu serviço, minha avó se ofereceu para servir na Força Aérea Auxiliar Feminina (WAAF). Também é interessante notar que minha avó se alistou no exército britânico enquanto seu pai (Isaac Berfman), que também servia nas fileiras britânicas, foi capturado pelo exército nazista. Na foto minha avó está com as amigas ao mesmo tempo vestindo uma túnica grega. Até hoje não sei por que eles decidiram usar essa roupa em particular, mas tenho certeza que era algum tipo de piada associada à vitória sobre os nazistas. “

 

Betty Schroder em Glasgow, Escócia

 

Em Glasgow, as pessoas começaram a se reunir de manhã cedo e ficaram na George Square, onde passou um desfile durante o dia. As celebrações prolongaram-se não apenas até altas horas da noite, mas ao longo de 3 dias, com o fechamendo das fábricas e um feriado de 2 dias.

A adorável mulher acenando do para-lama esquerdo é Betty Schroder, mãe de Stan Schroder, que mora em Perth, Austrália.

Muito obrigado aos usuários que compartilharam suas histórias de fotos do Dia V-E conosco! Se você tem fotos históricas de seus antepassados, você pode enviá-las para MyHeritage e usar o Photo Enhancer e o MyHeritage In Color™ para trazê-las à vida

Deixar um comentário

O e-mail será mantido em sigilo e não será mostrado