Mulher encontra seu pai biológico após mais de 20 anos de pesquisa

Comentários

Graças ao MyHeritage DNA, uma mulher de Michigan surpreendeu a um veterano do exército na Flórida: ela era filha dele e o procurava há 23 anos.Assista a sua reunião comovente aqui:

Melissa Porter, 47 anos, foi criada por uma mãe solteira em Dallas, Texas. Quando ela tinha 13 anos, sua mãe revelou a ela que o nome de seu pai era Kenneth Bender, mas não deu nenhuma informação além disso. Quando adolescente, Melissa voltou para Michigan, onde nasceu, para morar com os avós. A avó de Melissa disse a ela que seu pai havia servido na Marinha.

Em 1996, Melissa começou a procurar ativamente por seu pai. Ela vasculhou os arquivos da Marinha e outros registros militares e serviços on-line, mas sem sucesso.

Finalmente, em abril passado, ela decidiu fazer o teste de DNA do MyHeritage … e recebeu uma correspondência com um primo em primeiro grau que morava na Geórgia. Ela verificou a árvore genealógica do primo e lá estava ele – Kenneth Bender, seu pai. Ela descobriu que mais tarde ele se casou e teve um filho, então procurou seu meio-irmão – Kenneth Jr. – via mídia social. Após 23 anos de busca, Melissa finalmente encontrou seu pai.

Aconteceu que Kenneth conheceu o avô materno de Melissa em um bar logo depois que Kenneth foi dispensado durante a Guerra do Vietnã. Os dois se deram bem e Kenneth acabou trabalhando para o avô de Melissa e alugando um quarto em sua casa. Foi lá que ele conheceu a mãe de Melissa. Mas o casal terminou depois que ela engravidou e disse a Kenneth que ele não era o pai.

Kenneth, Melissa’s father, serving in the army

Kenneth, Melissa’s father, serving in the army

Kenneth ingressou na Força Aérea e serviu até sua aposentadoria, que ele agora desfruta na Flórida. Durante o serviço, ele se casou e teve um filho. Ele nunca imaginou que a mãe de Melissa não tivesse contado a verdade e ficou chocado e encantado ao saber que ele tinha uma filha.

Em 1 de agosto de 2019, Melissa embarcou em seu primeiro voo para viajar para o aeroporto de Jacksonville, na Flórida, e lá conheceu seu pai e meio-irmão pela primeira vez.

“Todos esses anos, senti que algo estava faltando na minha vida”, diz Kenneth. “O DNA do MyHeritage resolveu esse problema.”

“Eu fui mantido vivo por um motivo”, continua ele. “Para descobrir que eu tenho uma filha.”

Deixar um comentário

O e-mail será mantido em sigilo e não será mostrado