Noções Básicas de Genealogia – Capítulo 2: Construa uma árvore genealógica em seis passos

Comentários

A história da sua árvore genealógica abrange séculos e continentes. Cada membro da família é um universo, com uma vida inteira de histórias, lições e conclusões. Com tantas informações para aprender, compartilhar e preservar, como saber em quais detalhes focar ao construir sua árvore genealógica?

Neste segundo post da série Noções Básicas de Genealogia – um guia passo a passo para aumentar seu conhecimento sobre genealogia – exploraremos seis etapas necessárias para ajudar a construir sua árvore genealógica. No capítulo 1 de Noções Básicas de Genealogia, apresentamos a série e analisamos detalhadamente como entrevistar parentes.

Recomendamos começar com o seguinte:

1. Nome e Sobrenome

Muitos registros históricos são pesquisáveis por nome e é importante lembrar que os nomes das pessoas mudam, por várias razões, ao longo de suas vidas. Em muitas culturas, mas não em todas, a mulher adota o nome da família do marido quando se casa e os filhos herdam esse sobrenome, mas isso não é verdade em todos os lugares! Na Espanha, por exemplo, as pessoas mantêm os mesmos dois sobrenomes (um paterno e outro materno) a vida inteira e não têm permissão para alterá-los, embora uma lei recente permita que os pais escolham o sobrenome de seus filhos. Às vezes os sobrenomes são raros, podendo se tornar extintos e difíceis de rastrear. Na Islândia, o sobrenome de uma pessoa é composto pelo primeiro nome de seu pai (ou mãe), mais “sson” para um filho e “sdóttir” para uma filha, o que significa que o sobrenome muda a cada geração e é diferente dependendo do sexo!

Sobrenomes americanos populares [Crédito: MyHeritage] Nossa ferramenta SuperSearch ™ busca através de quase 10 bilhões de registros históricos para ajudá-lo a encontrar mais informações sobre qualquer sobrenome.

Outra razão pela qual alguém pode mudar de nome é devido à imigração. Irving Berlin, um dos compositores mais famosos dos Estados Unidos, era um imigrante judeu-russo cujo nome de nascimento real era Israel Beilin. Jerry Yang, fundador do Yahoo!, emigrou para os EUA de Taiwan quando criança, e seu nome originalmente era Chih-Yuan. Muitos imigrantes escolhem um novo nome para ajudá-los a se assimilar melhor e a se integrar à cultura local – ou para fazer com que seus nomes sejam mais fáceis de pronunciar pelos habitantes locais. No entanto, nenhum nome de imigrante nos EUA foi alterado em Ellis Island ou em qualquer outro porto de entrada dos EUA. Um dos maiores mitos da genealogia é que os nomes dos imigrantes foram alterados pelos funcionários da imigração.

As pessoas também podem mudar seus nomes por razões espirituais ou religiosas, porque precisam ocultar sua identidade ou simplesmente porque não gostam do nome original.

Ainda mais complicado, até a invenção da imprensa e o surgimento da mídia de massa, não havia grafias padrão para palavras ou nomes. Isso significa que a mesma pessoa pode ter escrito seu nome de maneira diferente em registros diferentes – e, como geralmente essa pessoa não era quem o escrevia, o funcionário ou o escrevente podem ter gravado o nome incorretamente.

Tudo isso pode ser frustrante para um genealogista. Felizmente, o Record Matching ™ e o Smart Matching ™ do MyHeritage estão à sua disposição: nossa tecnologia reconhece correspondências mesmo quando há variações, desde as mais simples (como William vs. Bill) ao muito menos óbvio (como Alessandro vs. Sasha).

O Record Matching ™ pesquisa automaticamente os membros da família que você adicionou à sua árvore em nosso enorme banco de dados de registros históricos, economizando inúmeras horas de pesquisa. Também adicionamos a tecnologia do mundo de tradução de primeiro nome para registros históricos, o que significa que você não precisa ler ou entender o idioma original do registro para encontrar seus familiares listados nele. Isso é um divisor de águas para muitos aspirantes a genealogistas, que muitas vezes se vêem numa encruzilhada quando rastreiam sua família até chegar a um país onde não se fala o mesmo idioma.

 

Revise as correspondências de registros em cada coleção

O Smart Matching ™ encontra registros nas árvores genealógicas de outros usuários que correspondem aos seus, o que pode adicionar informações valiosas à sua árvore e conectá-lo a outros especialistas em genealogia da sua família para que você possa comparar anotações.

Anote os nomes adicionais que a pessoa que você está pesquisando possa ter usado e lembre-se sempre da possibilidade de que ela tenha mudado de nome ao passar de um lugar ou estágio da vida para outro.

2. Datas e local de nascimento, casamento e óbito

Pesquisar um nome geralmente não funciona a menos que você tenha pelo menos uma idéia aproximada de quando e onde a pessoa que você está procurando morou – especialmente se o nome for comum. Usando o MyHeritage SuperSearch ™, você pode ver registros de nascimento, óbito e censo com base em uma estimativa de quando e onde eles nasceram. Além disso, você pode inferir informações adicionais sobre outros membros da família a partir de datas e locais dos eventos da vida dos membros da família. Se você tem um bisavô nascido em 1903, por exemplo, é provável que os pais deles tenham nascido aproximadamente de 20 a 30 anos antes.

3. Educação

Saber sobre a educação de uma pessoa pode revelar muito sobre sua vida: como foi sua criação, ocupação (veja abaixo), status socioeconômico. Muitas escolas e faculdades mantêm um registro de seus graduados, e você pode encontrar informações valiosas sobre seu parente a partir desses registros. O MyHeritage possui uma seção inteira de registros escolares e universitários que você pode pesquisar – incluindo uma coleção exclusiva do anuário dos EUA. A coleção de anuários contém quase 290 milhões de registros, e o MyHeritage conduziu um processo exaustivo de identificação e consolidação das informações contidas para facilitar ao máximo para os usuários. Mesclamos todas as ocorrências do mesmo nome em um anuário em um só registro e fizemos um esforço extra para identificar as notas dos alunos de alguns registros para que pudéssemos inferir sua idade e estimar seu ano de nascimento.

Foto do anuário do ensino médio de Meryl Streep, Bernards High School, 1966.

4. Profissão

As profissões também podem fornecer muita informação sobre quem era o parente: o que era importante para eles, como e quão bem eles sustentavam sua família e quais habilidades, talentos e propriedades eles poderiam ter. Muitos registros de censo incluem a ocupação de uma pessoa. Os censos são registros mantidos pelo governo de um país para rastrear a população local e podem ser inestimáveis para fornecer uma ideia a respeito de sua família no ano em que o censo foi realizado. O registro geralmente inclui nomes, datas de nascimento, idade no último aniversário e residência atual, bem como a profissão – para que você possa até encontrar em um registro de censo a casa em que seus antepassados moravam. Nossa coleção inclui censos e listas de eleitores da América do Norte e do Sul, além da Europa e Oceania.

5. Datas e local da imigração

Muitos de nós descendem de imigrantes. Descobrir quando e como seus ancestrais vieram morar no lugar em que você nasceu ajuda a entender melhor sua própria cultura e fornece pistas sobre onde você pode olhar para procurar por outra geração. Os registros de imigração geralmente mencionam a origem do imigrante. O MyHeritage possui uma seção de registros de imigração e viagens, incluindo listas de passageiros e chegadas dos EUA, Canadá, Europa, Ásia, Oceania e América Latina.

 

Registro da chegada de Albert Einstein da Ellis Island e de outras listas de passageiros de Nova York, 1820–1957

6. Características física

De onde vieram seus olhos azuis? Os cabelos ruivos são uma característica na sua família? Descobrir as características físicas de seus parentes pode dar uma compreensão mais profunda de quem você é e por que tem a aparência que tem! Também ajuda a criar uma imagem mais vívida para as gerações posteriores que podem não ter tido a chance de conhecer o parente, especialmente se não houver fotografias. Às vezes, as características físicas foram anotadas em registros militares. O MyHeritage oferece mais de 45 milhões de coleções de registros militares.

Confira!

Encontrar esses seis blocos de construção para cada parente – nomes, datas e locais de nascimento, morte e casamento, educação, ocupação, detalhes de imigração e características físicas – transformará sua árvore em um vívido retrato de família. Comece anotando os nomes de todos os parentes que conhece e, em seguida, liste cada bloco de construção e adicione o máximo de detalhes possível.

Quão longe na sua árvore genealógica você já chegou? Compartilhe com a gente nos comentários!

Deixar um comentário

O e-mail será mantido em sigilo e não será mostrado