15    mai 20141 Comentário

Família e a felicidade

Hoje, no Dia Internacional da Família, fizemos uma reflexão sobre o que nos faz feliz.

Um conhecido ditado popular sempre diz que dinheiro não traz felicidade. Que a felicidade está nas pequenas coisas, no amor, na família, na vida em sociedade, em aproveitar as pequenas coisas da vida, como a beleza do mar, o ventinho no rosto num dia muito quente, um céu estrelado, um abraço apertado de uma pessoa querida ou um beijo.

Mas será que "só" isso basta? Será que dá para viver de vento?

Um relatório da ONU (em inglês), de 2014, divulgou um ranking da felicidade mundial e as conclusões são de que os valores materiais também parecem ser importantes na busca pela felicidade. Assim sendo, alguns dos países mais felizes da lista, são também alguns dos mais ricos:

Ranking da Felicidade

Leia mais... "Família e a felicidade" »

21    mar 20142 Comentários

História familiar: porque pesquisar?

Você certamente já deve ter ouvido esta frase: "para saber onde estamos indo, devemos saber primeiramente de onde viemos", que dá ênfase à importância do conhecimento das nossas raízes para que possamos viver um presente e um futuro melhores.

Existem, além desta, outras variações de um mesmo tema:

"É sempre bom se lembrar de onde você veio e comemorar. Não se esqueça de que local de onde você vem é parte do lugar para onde você vai." Anthony Burgess

"Lembre-se sempre de onde você vem. Se você sabe de onde vem, não há limite nenhum daquilo que você pode alcançar." James Baldwin

Leia mais... "História familiar: porque pesquisar?" »

1    out 20130 Comentário

Dia Internacional do Idoso

Uma das maiores certezas da minha vida é de que eu sou, hoje, aquilo que sou, graças à minha família. A família é a primeira referência nas nossas vidas, é ela que nos dá os primeiros exemplos, os primeiros modelos e as primeiras certezas do que é certo e o que é errado.

E, pelo menos na minha família, os grandes modelos da minha vida, já estão entrando na terceira idade. Para mim esta constatação me dá um misto de sensações. Por um lado aquela alegria de ver meus pais sendo avós para as minhas filhas. Agora, que já perdi os meus próprios avós, me alegra ver minhas filhas aproveitando os quatro avós que têm. Também me alegra ver nos rostinhos das minhas filhas a continuação dos antepassados que já se foram. A minha filha caçula tem o nariz da minha mãe, a mais velha o cabelo da minha avó paterna (e numa destas coincidências da vida, esta mesma filha recebeu o nome da avó, em sua homenagem).

Leia mais... "Dia Internacional do Idoso" »

Sobre nós  |  Entre em contato conosco  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2014 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados