23    mai 20143 Comentários

Tesouros escondidos: heranças de família

Herdar alguma coisa pode significar muito mais que apenas receber objetos ou dinheiro de nossos familiares. Heranças também podem nos dar pistas sobre a origem da nossa família e oferecer pistas sobre como e quem eram os nossos antepassados.

Algumas vezes tesouros da família são escondidos e esquecidos e só são descobertos anos mais tarde. Mas quando descobertos eles podem revelar muitas informações.

E algo parecido aconteceu com um neto (artigo em inglês), que descobriu um verdadeiro tesouro ao limpar a garagem da casa dos seus avós. A descoberta foi realmente inacreditável!

Leia mais... "Tesouros escondidos: heranças de família" »

10    set 20133 Comentários

Os tesouros debaixo do assoalho

Li este texto no mural de um grande amigo e não poderia deixar de compartilhá-lo aqui no nosso blog.

Imagem: Fábio Biff http://bit.ly/1amW3tI

"Deixem-me contar-lhes uma parábola.

Vocês conhecem aquelas casas de madeira, de tábuas largas, com fendas e gretas pelas quais costumam cair, debaixo do assoalho, um espelhinho, um pente, uma moeda, um botão, uma miçanga, mil coisas assim, que ficam lá embaixo, na escuridão?

Os meninos antigos gostavam de deitar-se no chão e ficar olhando pelas gretas o velho porão escuro. Quando um raio de sol penetrava lá embaixo, brilhavam coisas esquecidas e perdidas, pequenas ninharias que se acumulam, anos a fio.

Leia mais... "Os tesouros debaixo do assoalho" »

11    mai 20111 Comentário

Uma mensagem…

Perto da minha casa, existia, quando eu era bem garoto, um leito de águas pluviais que vivia vazio. Era fundo o suficiente para esconder a cabeça de um garoto de 10 anos em pé. A areia, naquela época era branca e somente existiam galhos secos e uma pouca vegetação. Fora construído para dar vazão  as águas que desciam das partes altas da cidade e que se acumulavam em enchentes na temporada de chuvas. Este leito posteriormente foi substituído por uma canalização de concreto e fechado. Mas antes, era nossa brincadeira de criança mais espetacular que existia, pois passava por baixo de ruas, dentro de terrenos e até mesmo por debaixo de algumas casas.

Andar por este terreno era uma aventura na nossa imaginação e eu e muitos garotos sonhávamos com expedições de exploração, locais inexplorados e inimigos escondidos nas margens e quase todos os dias este leito vazio era o nosso caminho para ir da razão a emoção.

Falo de um tempo que nós crianças brincávamos na rua, depois da escola, sem as preocupações de hoje e que leitos de água nem sempre significavam esgoto. Bons tempos.

Leia mais... "Uma mensagem…" »

Sobre nós  |  Entre em contato conosco  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2014 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados