25    nov 20132 Comentários

Dicas genealógicas: Estatísticas

Você já conhece a área das estatísticas do seu site de família? É uma área cheia de detalhes interessantes sobre sua árvore genealógica, com informações do tipo qual é a expectativa média de vida dos seus familiares e quantos filhos cada família costuma ter. Nós analisamos os dados da sua árvore genealógica inteira para gerar 45 tipos de estatísticas diferentes.

Eu mesma descobri coisas bem interessantes sobre minha família com a ajuda das estatísticas familiares. Por exemplo, os nomes mais comuns da minha árvore genealógica são Celso para os homens e Maria Lúcia para as mulheres. E a pessoa que mais viveu na minha árvore genealógica vem da família do meu marido, na verdade. A sua avó materna viveu 105 anos! E era exatamente 100 anos mais velha que a bisneta, a minha filha Sophia. Uma nasceu em 1907 e a outra em 2007.

Aqui está um mapa mostrando locais de nascimento da minha árvore familiar:

Exemplos de estatísticas. Clique para ampliar.

Para verificar as estatísticas da sua família é muito fácil: É só clicar na aba "Árvore" e depois em "Relatórios" para poder abrir as estatísticas.

Leia mais... "Dicas genealógicas: Estatísticas" »

14    nov 20135 Comentários

Novidade: Aprimore múltiplos perfis a partir de um único registro histórico

Nós acabamos de melhorar a função de extração de registros, que permite que você extraia informações a partir de um registro histórico e que o posicione em um perfil relevante da sua árvore familiar: agora você pode salvar esta informação em múltiplos perfis! Desta forma, ao descobrir um registro com informações relevantes para vários perfis, você pode simplesmente optar por salvar a informação em vários perfis, em vez de um único.

Novidade: Extrair informações e salvá-las em perfis múltiplos

Como funciona?

Leia mais... "Novidade: Aprimore múltiplos perfis a partir de um único registro histórico" »

13    nov 20131 Comentário

Genealogia eslovena – Entrevista com Fernando Paternost

Fernando com sua prima Malu - Foto: Simone Hlebanja

Temos o prazer de dar sequência à nossa série de entrevistas, trazendo hoje informações sobre a pesquisa genealógica de descendentes de eslovenos, no Brasil. O entrevistado de hoje é Fernando Paternost, o principal responsável pelo blog Eslovenos no Brasil e também pelo site da União dos Eslovenos do Brasil.

Boa leitura!

MH- Fernando, você é um dos vice-presidentes da União dos Eslovenos do Brasil. Poderia me contar um pouco mais sobre esta União e os seus membros?
FP- A União dos Eslovenos do Brasil foi criada como uma associação da comunidade eslovena e seus amigos a fim de promover a língua e a cultura eslovena aqui no Brasil. Os membros são em sua maior parte os eslovenos e seus descendentes, mais alguns amigos.

MH- Poderia falar mais sobre a imigração eslovena no Brasil? Que outros países têm uma grande colônia eslovena?
FP- Não dá para falar de uma imigração eslovena para o Brasil. Na verdade há eslovenos que vieram em diferentes épocas para o Brasil. Posso citar o caso de duas famílias no Rio de Janeiro que vieram ainda na época do Império para trabalhar na nossa então capital. Há imigrantes que vieram para o Brasil no fim do século 19 e início do 20 por questões econômicas, onde vinham buscar uma vida melhor, muito associados a imigrações italianas para o Brasil. E há aqueles que vieram fugindo das guerras, principalmente a segunda guerra mundial. Destes, muitos migrantes são expatriados políticos ou religiosos.
Os países que possuem as maiores colônias eslovenas pelo mundo são os países vizinhos (Itália, Áustria, Hungria e Croácia), a Austrália, os Estados Unidos e a Argentina.

Leia mais... "Genealogia eslovena – Entrevista com Fernando Paternost" »

4    nov 201316 Comentários

Genealogia basca – Entrevista com Diego Moreira

Diego Moreira

É com muita alegria que apresentamos hoje uma entrevista com um pesquisador da genealogia basca. Trata-se de Diego Moreira, que nasceu e vive no Rio de Janeiro, tem 31 anos, casado com a Lucimar e pai do Daniel e da Mariana, de 4 e 2 anos de idade. Diego é professor de Geografia na rede privada de ensino no Rio de Janeiro e em Niterói e atua com alunos do ensino médio e preparação para o vestibular.

MH- Diego, você está fazendo um trabalho fantástico de levantamento de imigrantes bascos radicados no Brasil. Poderia me contar um pouco mais sobre este projeto?
DM- Decidi pesquisar a presença basca no Brasil tomando como ponto de partida a minha própria história familiar. Sou bisneto de uma imigrante basca, Pura Larrabeiti Goiry, nascida em Derio, na província de Vizcaya, na Espanha.
Iniciei o trabalho em casa, levantando informações com familiares próximos. Depois descobri ferramentas na internet que dão acesso a informações relevantes sobre os nascidos na região, como batismos, casamentos e obituários. Com esses dados trilhei caminhos que me levaram a identificar mais de 150 ancestrais, nascidos do século XIX ao XVI. Incluindo cinco gerações completas (até os trisavós) e 88% dos ancestrais da sexta geração (tetra-avós) até o momento. Os dados incluem também indivíduos da sétima até a décima geração de ancestrais de minha bisavó.

O projeto em si foi pensado para ser realizado em parceria com as famílias de origem basca. O objetivo é pesquisar a ancestralidade e a descendência de imigrantes bascos radicados no Brasil. O elemento central da pesquisa é o imigrante, que representa o elo entre os mundos. As famílias auxiliam com informações sobre a descendência e eu pesquiso a ancestralidade.
O resultado desse trabalho abordando vários imigrantes será, sem dúvida, um valioso estudo da imigração basca para o Brasil e da genealogia basco-brasileira. Abre-se a possibilidade para estudar a contribuição dos bascos para o caráter multiétnico do povo brasileiro, sua identidade e sua representação coletiva. Pretendemos incluir o georreferenciamento das informações, o que nos permitirá elaborar um mapa sobre a imigração basca para o Brasil, tanto em relação à origem dos imigrantes, quanto em relação à dispersão de seus descendentes pelo Brasil e pelo Mundo. Quanto mais famílias aderirem ao projeto, melhor e mais completo ele se torna.

Leia mais... "Genealogia basca – Entrevista com Diego Moreira" »

1    nov 201330 Comentários

Finados: Que antepassado você gostaria de encontrar e por quê?

Amanhã é dia de Finados. É um dia para nos lembrarmos e homenagearmos aqueles familiares e antepassados que não estão mais entre nós, através de uma visita ao cemitério.

Talvez seja o dia de acender uma vela, se você for religioso - de fazer uma oração, se não for, talvez só de pensar, com saudades,  com muitas saudades, naquelas pessoas especiais e queridas que fizeram parte das suas vidas, ou talvez naquelas que gostariam tanto de ter conhecido, mas nunca puderam.

Leia mais... "Finados: Que antepassado você gostaria de encontrar e por quê?" »

25    out 20134 Comentários

Encontrei celebridades na árvore – A história de Tiago

São vários os motivos que levam alguém a começar a pesquisar a sua própria história familiar. Um deles é a esperança de encontrar alguém famoso, ou talvez de "sangue azul" entre os vários ramos da nossa árvore genealógica.

Este não foi um dos motivos que fez Tiago começar a pesquisar a sua família, mas não é que ele encontrou mesmo um sobrenome famoso durante a sua pesquisa genealógica?

Tiago e esposa

Convido-lhes a conhecer a história de Tiago. Boa leitura!

MH- Há quanto tempo você faz a sua pesquisa familiar e como começou o seu interesse pela genealogia?
TP- Cerca de 8 anos, aproximadamente. Não tenho uma data exata, mas tenho alguns e-mails solicitando informação, dos primeiros dois anos de minha pesquisa. Tudo começou com o interesse sobre meus antepassados Italianos (Fuzaro), da minha família paterna, com a conversa de sempre:"Obter cidadania Italiana". Então o primeiro passo foi procurar alguma ferramenta para me auxiliar nos registros das informações que eu conseguisse. Inicialmente achei um site que não me recordo o nome, que depois foi assumido pelo Myheritage. Ainda não consegui todos os documentos para a cidadania, mas nas pesquisas que fiz e estou fazendo, fui pegando gosto pelas história de família. Que coisa mais fantástica é olhar documentos, conversar com os mais velhos, procurar registros e ver que é possível provar algumas lendas da família, e que não adianta os antigos terem escondido algo que os documentos podem nos dizer.
Foi então que a cidadania não era mais tão importante, mais as histórias em sí. Parti então, para a pesquisa da minha família materna (Porfírio) e a cada descoberta, uma história sensacional.

Leia mais... "Encontrei celebridades na árvore – A história de Tiago" »

15    out 201316 Comentários

Parceria com o FamilySearch traz bilhões de novos dados ao MyHeritage!

Temos o imenso prazer em anunciar que o MyHeritage acabou de fechar uma parceria estratégica com uma das organizações líderes no mercado da genealogia, o FamilySearch. Parceria esta que irá trazer bilhões de registros históricos mundiais e perfis de árvores genealógicas cobrindo vários séculos para o site de MyHeritage.


Este é verdadeiramente um "momento histórico" na indústria da história familiar e um evento muito especial para entusiastas da genealogia pelo mundo afora.

Registros históricos são o suporte principal da pesquisa genealógica e simplesmente essenciais para que se encontrem novas conexões familiares ou novas informações sobre os antepassados. Os perfis na árvore genealógica são também muito úteis para que  encontremos novos parentes e para que aproveitemos do conhecimento coletivo de milhões de outros usuários.

Leia mais... "Parceria com o FamilySearch traz bilhões de novos dados ao MyHeritage!" »

14    out 2013481 Comentários

Quantos usuários de MyHeritage têm o seu sobrenome?

É sempre interessante quando encontramos alguém com o mesmo sobrenome que o nosso. Dá sempre uma certa curiosidade em saber se a pessoa é, de alguma forma relacionada conosco. Mas quando encontramos alguém com o nosso sobrenome no site de MyHeritage a surpresa e as descobertas costumam ser maiores. Com uma coincidência temos a chance de aumentar a família de uma forma muitas vezes surpreendente e, além disso, com um novo membro da família podemos unir forças para juntos pesquisarmos a nossa história familar.

Você quer saber quantos usuários estão presentes no nosso site com o mesmo sobrenome que você? É muito fácil: deixe um comentário no final deste post e nós responderemos aqui mesmo, dizendo o número de usuários!

Quantos usuários de MyHeritage têm o mesmo sobrenome?

No Brasil há um dicionário especial, que trata das origens e interligações dos principais sobrenomes do país: Dicionário das Famílias Brasileiras, do pesquisador Carlos Eduardo Barata e de Cunha Bueno. Tem 17200 verbetes e cerca de 50 000 famílias registradas. Mas a chance de você encontrar alguém da sua família no site do MyHeritage é maior. Atualmente temos mais de 1.5 bilhões de perfis, que ocupam os galhos das 27 milhões de árvores genealógicas criadas por algum dos nossos 75 milhões de usuários.

E para saber quantas pessoas com o seu nome de família existem no nosso site, é só comentar!

Você achou este post interessante e/ou útil? Então curta este post ou dê um +1!

12    out 20130 Comentário

Dia da criança é dia de brincar!

Tenho lido em  vários outros blogs e páginas da internet um verdadeiro manifesto a favor da infância. Uma infância, diria eu, como a nossa ou a dos seus pais talvez tenha sido. Uma infância em que os valores residiam mais no ser do que no ter.

Não vou dizer que na minha infância a vontade de ganhar um brinquedo no dia das crianças não existia. É claro que a vontade estava lá e, também, muitas vezes, a realização deste desejo. Eu passava dias e dias sonhando com os brinquedos que iria ganhar neste dia. Fazia listas, negociava com minha mãe, trocava desejos de ordem: "tá bom, então isto eu quero no dia das crianças e aquilo no Natal", reconhecia que não dava para ganhar tudo o que eu queria e com meus pais aprendi muito cedo o conceito do que era supérfluo e do que era necessidade.

Leia mais... "Dia da criança é dia de brincar!" »

25    set 20132 Comentários

Você tuíta? Então corra pro RT do mês!

Já há algum tempo estamos presentes no twitter, dando notícias diárias sobre acontecimentos ligados à genealogia, história, família e curiosidades. Aproveitamos este canal para termos um acesso mais rápido aos nossos usuários e para que vocês também tenham um canal de contato mais rápido conosco.

Imagem: sustainablejournalism.org

Por exemplo, tem algum evento genealógico na sua cidade que vocês gostariam de divulgar? Basta mandar os dados dos mesmos e nós publicaremos a notícia. Ou foi a algum museu com uma exposição interessante, que pode ser útil para os usuários de MyHeritage? Conte conosco para tornarmos a sua exposição mais conhecida.

E agora vai ser ainda mais vantajoso acompanhar-nos no Twitter: estamos procurando o "RT do mês". O RT do mês é a pessoa que mais interagir conosco durante o mês. Vale tudo: mencionar a conta MyHeritagePT, responder as nossas perguntas, dar RT aos nossos tweets, o que você quiser! Ao final do mês contaremos quem mais interagiu conosco e daremos uma assinatura grátis à escolha! Quer uma assinatura Premium, uma assinatura PremiumPlus ou uma assinatura de dados completamente grátis? Então corre pro Twitter, siga a nossa página e comece a participar!

Em caso de empate faremos um sorteio. E para começar bem, a promoção já estará valendo no mês de setembro! São só 5 dias de interação que valerão uma assinatura totalmente grátis pra você.

Esperamos vocês @MyHeritagePT!

Sobre nós  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2015 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados