5    jun 20141 Comentário

A velhice e a utilidade

Estes dias recebi por email, de um usuário de MyHeritage, um vídeo muito simpático. Normalmente não sou muito fã de temas de auto-ajuda. Muitas vezes, estes livros, vídeos ou postagens me parecem de uma psicologia meio barata, quando querem nos enfiar algo pela goela abaixo, sem nos fazerem pensar. Querem dar uma fórmula pronta para temas difíceis, que nem sempre podem ser solucionados com a simples auto-sugestão.

No entanto, sempre há exceções, não é mesmo? E este vídeo que recebi foi assim. Uma exceção muito bonita, que me convidou a refletir. E agora, divido com vocês as reflexões que fiz sobre o tema.

Imagem: Nélson Rocha (http://bit.ly/Thmtc)

Leia mais... "A velhice e a utilidade" »

1    out 20130 Comentário

Dia Internacional do Idoso

Uma das maiores certezas da minha vida é de que eu sou, hoje, aquilo que sou, graças à minha família. A família é a primeira referência nas nossas vidas, é ela que nos dá os primeiros exemplos, os primeiros modelos e as primeiras certezas do que é certo e o que é errado.

E, pelo menos na minha família, os grandes modelos da minha vida, já estão entrando na terceira idade. Para mim esta constatação me dá um misto de sensações. Por um lado aquela alegria de ver meus pais sendo avós para as minhas filhas. Agora, que já perdi os meus próprios avós, me alegra ver minhas filhas aproveitando os quatro avós que têm. Também me alegra ver nos rostinhos das minhas filhas a continuação dos antepassados que já se foram. A minha filha caçula tem o nariz da minha mãe, a mais velha o cabelo da minha avó paterna (e numa destas coincidências da vida, esta mesma filha recebeu o nome da avó, em sua homenagem).

Leia mais... "Dia Internacional do Idoso" »

15    jun 20124 Comentários

Nossos idosos

No primeiro semestre de 2011, segundo a ABTV, foram regitrados 3000 denuncias de abusos contra idosos no Brasil.

Eu coloquei uma notícia do passado para acreditar que estes números tenham diminuído. Eu tenho medo de ficar sabendo que uma sociedade que caminha para um outro patamar de desenvolvimento, um outro patamar de evolução diante dos demais países do mundo ainda tenha casos assim.

Prisões domiciliares, exploração financeira, ultrajes e até a agressão física são algumas destas denúncias. Sei que existem muitos casos assim em lugares onde menos imaginamos e que quase todos eles são praticados pelo próprios familiares, aqueles que deveriam ser os primeiros a protegerem seus idosos.

De todas as classes que a nossa sociedade se divide, em gays, negros, crianças, deficientes, etc, etc. A classe dos idosos é a que mais sofre com o desrespeito de seus direitos.

O medo, do idoso, é um do principais aliados na proteção do criminoso. Muitos casos nunca serão revelados.

Fico a imaginar um pai ou mãe que vê o seu filho agir desta forma, a agredir, a roubar o dinheiro da pensão, a suprimir medicamento, a deixar de dar higiene e conforto e chego a conclusão que o idoso não esboçará reclamação por simples fatores. Vergonha e Amor.

Vergonha de ter criado alguém desumano, intolerante e carente de humanidade, uma pessoa que ficou longe dos sonhos de pai de mãe. Da mesma forma, em outros casos, o agressor não percebe que o silêncio do idoso é um ato de amor, um amor consciente de que se denunciado o filho ou a filha irão responder diante da Justiça e receberão duras penas.

Assim como eu coloquei a notícia no passado, eu adoraria poder falar a um destes agressores e apenas lembrar -lhe o seu passado, onde o sacrifício, da mãe ou do pai, fez com que muitos sonhos fossem abandonados em benefício da criação de um filho.

Eu adoraria poder falar a um destes agressores que mesmo que aquela pessoa não tenha sido um bom pai ou boa mãe, ou que tenha sido um fraco ou tenha se perdido em algum vício, em algum dia no passado, esta pessoa depositou todas as suas esperanças no filhos.

Eu adoraria mostrar ao agressor que nada do que ele faz de ruim hoje é pior que a dor da solidão. A solidão de uma alma que agora não tem muito a esperar da vida, a não ser um pouco de carinho e respeito.

A Lei Brasileira hoje permite a qualquer brasileiro, parente ou não a conduzir denúncia de casos de Maus Tratos contra os Idosos. Denuncie.

A sua mão é aquela mão da foto lá em cima, tenho certeza, e tenho também  a certeza do orgulho que seu pai ou mãe sentem ao sentirem o seu contato.

Sobre nós  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2014 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados