6    mai 20111 Comentário

Repassando

As festas populares de junho já estão chegando e a tradição vinda com os portugueses ainda é vista em inúmeros Arraiás  pelo Brasil afora.

Manter a tradição é manter um pedaço de nossa história.

Lembro-me que uma destas tradicionais festas juninas acompanhou minha infância e hoje é apenas memória de poucas pessoas. Lembro-me bem da expectativa da Festa da Santa Cruz quando já em maio os preparativos, as bandeiras, os sons e as barracas começavam a tomar corpo em minha cidade. Era uma festa que movimentava toda a cidade e trazia da área rural todos os moradores para participarem.  A cidade cresceu, as pessoas cresceram e a tradição foi-se no tempo. No local onde era realizada a Festa, que durava 3 dias e nos encantava quando crianças, agora é uma rua escura que ainda  tem uma cruz de concreto sem vida. Até o transito e o asfalto desviaram da cruz.

Muita história é perdida com a evolução dos tempos, muita tradição é esquecida para dar  lugar a modernidade. As barracas de pastéis que movimentavam tantos voluntários foram trocadas por "áreas de alimentação" em festas pré-montadas que nem sabem por qual motivo existem. Os brinquedos, as manifestações religiosas, o comparecimento das famílias unidas que desfilavam e aglomeravam os pequenos espaços em ruelas cercadas de barracas alusivas à festa e que geravam donativos para as campanhas e para a "comissão", deram lugar aos profissionais que pouco se importam se existe ou não alguma cruz a ser homenageada ou a algum mastro a ser embandeirado. Participe destas atividades em sua cidade, muitas delas só esperam que você e sua família participem. Podemos trabalhar em nós pedaços do passado, pedaços da tradição e o moderno. Devemos trabalhar nas crianças estas tradições para que a memória de muitos de nossos antepassados não acabe apenas como uma cruz de concreto.

Alguma regiões ainda preservam a tradição e merecem nosso aplauso.

Uma destas manifestações culturais repassamos a vocês o convite que recebemos hoje.

Levantamento da Bandeira de Santo Antonio

Instituto Histórico IMPHIC - Betim - Minas Gerais

Horário: 11 junho 2011 de 18:00 a 20:00
Local: Praça do Moraes
Organizado por: Guarda de Moçambique de N. S. do Rosário e de Santo Antônio de Pádua

Descrição do evento:
A Guarda de Moçambique de N. S. do Rosário e de Santo Antônio de Pádua irá levantar bandeira de Santo Antônio na Comunidade do Moraes as 18 horas.
É uma festa em um dos Arraiás, mas poderia ser na pracinha de nossa cidade.
Preserve sua história.

Sobre nós  |  Entre em contato conosco  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2014 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados