27    jun 20144 Comentários

Encontrando pistas em fotografias antigas

Semelhanças entre os antepassados podem ajudar a identificar de que lado da família uma pessoa pertence (quem nunca ouviu algo do tipo: ah, este nariz é típico dos Almeidas, ou este cabelo fininho é típico de toda a família Mulinari). Mas fora a semelhança física que outros tipos de dicas podemos ter a partir de fotografias antigas? Tem algo para nos ajudar ou estamos por nossa própria conta e risco?

Felizmente, a resposta é que as fotografias dos séculos XIX e XX estão cheias de pistas, basta olhar com atenção!

Mas, conhecer bem a sua própria família é  bastante útil. Por exemplo, é importante saber (ou perguntar para os familiares) detalhes sobre os familiares: quantos irmãos cada pessoa tem, altura aproximada, cor do cabelo - todas informações importantes quando queremos identificar pessoas em fotografias.

Os registros históricos e de censo também podem auxiliar a decifrar as pistas, especialmente quando se tenta descobrir quais parentes estavam vivendo juntos, em determinado momento.

Leia mais... "Encontrando pistas em fotografias antigas" »

2    set 20132 Comentários

Dica do mês: Assistente de compatibilidade

Ter uma grande árvore genealógica pode algumas vezes levar a pequenos erros, difíceis de serem identificados. Alguns dos erros que mais acontecem incluem por exemplo: grafia errada do nome, datas trocadas ou idades incorretas. Outros erros, no entanto, não são descobertos com tanta facilidade, como, por exemplo, quando marcamos uma pessoa em uma foto, antes mesmo de ela ter nascido.

É por isso que MyHeritage oferece um Assistente de Compatibilidade para ajudar a corrigir estes pequenos lapsos e a melhorar a qualidade das informações em sua árvore familiar.

Leia mais... "Dica do mês: Assistente de compatibilidade" »

10    jun 201311 Comentários

10 Dicas para entrevistar membros da família

As lembranças de membros da família, as fotos e documentos que eles possuem, e as informações que eles fornecem tem um valor inestimável para a história da família. Consideramos sempre entrevistar os parentes mais velhos primeiro, pois eles costumam saber mais sobre as gerações anteriores de nossa família, tem mais conhecimento e documentos e que podem desaparecer com a morte ou quando a memória desaparece e a informação pode ser perdida para sempre.

Seu parente pode ser a única pessoa que saiba de qual país ou cidade que seus antepassados ​​imigrantes vieram, além disso, se o seu nome de família era diferente das gerações anteriores e esta informação, do nome original, somente os seus parentes mais velhos saberiam dizer.

Aqui estão algumas dicas que eu espero que você ache útil quando você for entrevistar membros de sua família:

Leia mais... "10 Dicas para entrevistar membros da família" »

9    ago 20120 Comentário

Ainda é tempo

Uma das melhores ferramentas do pesquisador de genealogia sem dúvida nenhuma é a memória oral, aquela que é passada de geração em geração e que esconde pistas maravilhosas de nosso passado. Filtrar estas histórias e transformá-las em documentação é um desafio fantástico. Quem já passou por esta experiência sabe do que eu estou falando.

Mas infelizmente, esta história pode ser interrompida pelo esquecimento que muitas vezes atingem os cérebros cansados pelo tempo.

Me refiro a perda da memória causada por tantas doenças que podem atingir a todos nós e que irão afetar nossas lembranças.

Muito se perde quando se deixa ir "ao vento" estas lembranças.

Leia mais... "Ainda é tempo" »

Sobre nós  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2014 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados