24    jun 20140 Comentário

São João – lembranças de minha infância

Há certos feriados e festas populares que nos fazem lembrar de momentos específicos da nossa juventude. Para mim, o dia de São João é um deles. Esta data me faz lembrar tanto das festas que um vizinho organizava na rua da sua casa (e este vizinho era o Seu João), no Brasil, quanto das comemorações pelas ruas da cidade do Porto, em Portugal.

Como já comentamos aqui e aqui no blog sobre as comemorações do São João e das festas juninas do Brasil, queria falar hoje sobre como esta festa é comemorada em Portugal.

Imagem: portoturismo.pt

Oficialmente, o São João é uma festividade católica, em que se celebra o nascimento de São João Batista, mas a festa do S. João do Porto tem origem numa tradição pagã, em que era  celebrada a fertilidade, associada à alegria das colheitas e da abundância. Mais tarde, a Igreja cristianizou essa festa pagã e atribui-lhe o S. João como Padroeiro.

Trata-se de uma festa cheia de tradições, das quais se destacam os alhos-porros (alho poró), usados para bater nas cabeças das pessoas que passam, os ramos de cidreira, usados pelas mulheres para pôr na cara dos homens que passam, e o lançamento de balões de ar quente.

Leia mais... "São João – lembranças de minha infância" »

7    mai 201412 Comentários

Entrevista com a presidente-executiva do Museu da Imigração – Marília Bonas Conte

Recentemente, fiz uma entrevista com a Marília Bonas Conte, presidente-executiva e técnica do Museu da Imigração, para já adiantarmos alguns pontos de como será o museu, que está fechado para restauro há quase quatro anos, após a reabertura. Assim, vocês saberão em primeira mão, que tipo de informações poderão ser acrescidas à sua pesquisa familiar, com uma visita ao museu.

Marília é especialista em Museologia pela Universidade de São Paulo (USP) e mestre em Museologia Social pela Universidade Lusófona de Lisboa. Atua há 10 anos nas áreas de pesquisa, documentação museológica e gestão cultural. Atualmente assume o cargo da direção executiva do Museu do Café e do Museu da Imigração.

Boa leitura!

MyHeritage: Marília, gostaria de começar esta entrevista falando da sua experiência pessoal com museus. Você se lembra da primeira vez que você visitou um museu? Como foi a sua experiência?

Marília Bonas Conte - A minha relação pessoal com um museu é muito antiga. Minha avó e meu avô ficaram aqui na Hospedaria de Imigrantes. Sou uma neta temporona e minha avó, com quase 90 anos, ainda me contava as histórias da sua vinda da Itália para o Brasil e do período na Hospedaria. Assim, desde pequena, eu tinha um imaginário sobre este lugar, mas foi só durante o primeiro ano de faculdade, em que cursei História, e com minha avó já falecida, é que vim fazer uma pesquisa sobre um pintor italiano e acabei me encontrando com a própria diretora do Museu, a Midori. Ela me ajudou a pesquisar a lista de bordo, a carta de chamada, toda a documentação que envolvia a vinda deste pintor para o Brasil e me perguntou se eu tinha alguém da família que eu gostaria de pesquisar. Eu tive, então, a emoção de poder ver os documentos referentes aos meus avós. Foi uma coisa muito forte, emocionante mesmo, eu me lembro até hoje, eu deveria ter uns 18 anos e estava voltando a pé, pelas ruas do bairro, muito tocada e pensando na força que um museu e um acervo podem ter para a sua construção como pessoa, em termos de identidade. E esta minha experiência aqui teve muito a ver com a minha escolha profissional.

Leia mais... "Entrevista com a presidente-executiva do Museu da Imigração – Marília Bonas Conte" »

28    nov 20132 Comentários

Usuário contando sua história: Helio Dansa

Hoje vamos contar aqui no blog a história de um dos nossos usuários: Hélio Dansa.

Hélio, de 76 anos de idade, prefere não divulgar a sua foto pessoal, mas compartilhou conosco histórias muito especiais da sua família. Ele é casado há 55 anos e foi Recruta da Polícia Militar aos 17 anos. É ex-aluno da Escola Preparatória de Cadetes do Ar, em Barbacena, MG, foi securitário por muitos anos, e hoje é Corretor de Seguros. Na sua extensa lista de ocupações e títulos destaca-se ainda a pós-graduação em Direito Imobiliário pela FMU e o fato de que é advogado militante em Campinas, SP, há mais de 20 anos.

Helio ainda não conseguiu descobrir muita coisa em relação ao seu lado paterno, mas há 50 anos pesquisa a sua história familiar e no ano passado ele descobriu o site de MyHeritage. Ele chegou até Barcelona, na Catalunha, província hoje separatista da Espanha e encontrou o seu sobrenome no aeroporto de Barcelona -  El Prat de L'Obrigat.

Escudo de El Prat de Llobregat

"De meu avó paterno, Estevam Dansa Prat, nascido em Madrid, Espanha, tenho uma foto de família, mas não o conheci pessoalmente, porque faleceu antes de meu nascimento. Como tenho 76 anos de idade, certo que ele chegou ao Brasil bem antes disso. Além da foto, tenho um baú de ferramentas com as iniciais E. D. inscritas num losango de latão. Coincidentemente, o losango figura no brasão da cidade de El Prat, onde fica o aeroporto de Barcelona, na Catalunha. "

Seu avó, um carpinteiro, nasceu em Madrid e veio para o Brasil trazendo um parque de diversões de sua propriedade. Casou-se com Teodolina Barbosa, que não recebeu o sobrenome Prat, mas apenas Dansa. Foi ela quem lhe deu o nome de Helio. Sua mãe queria Paulo, nome que foi dado, posteriormente, ao filho de Helio.

Helio pode constatar que a música é uma constante na sua árvore genealógica e são vários os episódios com veia musical.

Leia mais... "Usuário contando sua história: Helio Dansa" »

18    nov 20131 Comentário

A primeira moeda do Brasil: O Ducado do Brasil

Temos o prazer de reproduzir aqui no blog um post muito interessante, escrito por Eudes Bezerra para o site Museu de Imagens. Eudes conta um pouco de uma parte pouco conhecida da História do Brasil através da Numismática.

Boa leitura!

Ducado (Florim) do Brasil. Acervo Itaú Numismática, São Paulo, Museu Herculano Pires. Via: CFNT.

Durante o período conhecido como Invasão ou Domínio Holandês (1630 – 1654), o Brasil viu seu nome impresso pela primeira vez em uma moeda: o Ducado do Brasil (popularmente chamado de Florim do Brasil). O fabrico da moeda pelos holandeses nos ajuda a contar um pouco dessa parte pouco conhecida da história do Brasil.

A criação da moeda atendeu à necessidade de mais unidades monetárias em circulação e foram cunhadas a pedido do Conde alemão João Maurício de Nassau-Siegen. Feitas de ouro e possuindo formato quadrado, três tipos de moedas foram criadas nos anos de 1645 e 1646 na cidade de Recife, então chamada de Maurits Stadt (Cidade Maurícia) e sede da Companhia Privilegiada das Índias Ocidentais no Brasil. Em larga medida, estas moedas serviram para a realização das transações comerciais envolvendo a exportação dos derivados de açúcar produzidos na região sob administração holandesa e outros produtos comercializados pela Companhia.

Leia mais... "A primeira moeda do Brasil: O Ducado do Brasil" »

29    out 20131 Comentário

Biblioteca Nacional do Brasil

Você já visitou a Biblioteca Nacional ou pretende visitá-la hoje? Se sim, lembre-se que hoje a biblioteca está completando mais um ano de vida! Fundada em 29 de outubro de 1810 com o nome de Fundação da Real Biblioteca, hoje em dia, ela é a maior biblioteca do Brasil e da América Latina, e a sétima maior biblioteca do mundo. Não coincidentemente, comemora-se igualmente hoje o Dia Nacional do Livro.

Fachada da Biblioteca Nacional

Suas origens estão intimamente ligadas à história do Brasil. Pois foi com a vinda da Família Real para o Brasil, e com a vinda da Real Biblioteca Portuguesa, que o Brasil ganhou a sua primeira biblioteca. Este primeiro acervo de sessenta mil peças, entre livros, manuscritos, gravuras, mapas, moedas e medalhas foi trazido ao país em três etapas, entre 1810 e 1811.

Durante os primeiros meses o acervo foi guardado no Hospital da Ordem Terceira do Carmo, próximo ao Paço Imperial. Mas como as instalações eram inadequadas, foi estabelecido que um novo local seria edificado para abrigar as valiosas obras da biblioteca.

Leia mais... "Biblioteca Nacional do Brasil" »

15    out 201316 Comentários

Parceria com o FamilySearch traz bilhões de novos dados ao MyHeritage!

Temos o imenso prazer em anunciar que o MyHeritage acabou de fechar uma parceria estratégica com uma das organizações líderes no mercado da genealogia, o FamilySearch. Parceria esta que irá trazer bilhões de registros históricos mundiais e perfis de árvores genealógicas cobrindo vários séculos para o site de MyHeritage.


Este é verdadeiramente um "momento histórico" na indústria da história familiar e um evento muito especial para entusiastas da genealogia pelo mundo afora.

Registros históricos são o suporte principal da pesquisa genealógica e simplesmente essenciais para que se encontrem novas conexões familiares ou novas informações sobre os antepassados. Os perfis na árvore genealógica são também muito úteis para que  encontremos novos parentes e para que aproveitemos do conhecimento coletivo de milhões de outros usuários.

Leia mais... "Parceria com o FamilySearch traz bilhões de novos dados ao MyHeritage!" »

10    out 20134 Comentários

Como escolher um sobrenome na hora de casar?

Antigamente, para todo brasileiro, a regra era: ao se casar a mulher recebe o nome do marido e o marido continuava com o seu sobrenome. Não era incomum uma família receber um convite de casamento do tipo: Sr e Sra. Frederico Cardoso Pontes.

O que para algumas mulheres poderia ser uma fonte de orgulho - a de carregar o sobrenome do marido, para outras poderia ser uma espécie de carga, um símbolo de submissão ao marido.

Imagem: cienciaempauta.am.gov.br

Na cultura portuguesa, é costume que os filhos recebam um ou mais sobrenomes de ambos os progenitores. Os sobrenomes maternos precedem os paternos. Em Portugal, há um número máximo de sobrenomes permitidos, quatro, já no Brasil e nos restantes países de língua portuguesa não existe esta limitação.

No entanto, após o casamento, e após a adoção do sobrenome do marido, esta prática pode originar nomes extremamente longos. Por exemplo uma garota chamada de Maria Carolina que recebe dois sobrenomes da mãe, mais dois do pai - Maria Carolina Ferreirinha Mota Pereira dos Santos casa-se com Nuno Barroso dos Reis, poderia se tornar a Maria Carolina Ferreirinha Mota Pereira dos Santos Barroso dos Reis após o casamento.

Leia mais... "Como escolher um sobrenome na hora de casar?" »

21    set 20131 Comentário

Cartões-postais antigos: você guarda os seus?

Desde que os serviços de correio foram criados iniciou-se a tradição de escrever e enviar mensagens através de cartões-postais. Ainda hoje, muitos de nós enviam postais para pessoas queridas durante as férias ou como uma forma rápida de dizer "oi".

Tradicionalmente, um cartão-postal é um pedaço retangular de papelão, com uma foto ou apenas o local para endereço e selo em uma das faces, que pode ser enviado sem o uso de um envelope.

O cartão-postal mais antigo de que se tem notícia data do século XIX, foi pintado à mão por Theodore Hook em 1840. Nos Estados Unidos John P. Carlton patentiou o cartão-postal e começou uma produção industrial em grande escala em 1861. Mas outros pesquisadores acreditam que este primeiro cartão pode ter sido pintado posteriormente e que a invenção se deve a Emmanuel Hermann.

O postal mais antigo?

No Brasil o cartão-postal foi instituído por Decreto, em 1880. O proponente, manuel Buarque de Macedo, expôs seus motivos a D. Pedro II dizendo:

Leia mais... "Cartões-postais antigos: você guarda os seus?" »

7    set 20131 Comentário

Das voltas que o mundo dá

Em meados de 2008 comecei a trabalhar para o site MeusParentes.com.br. Para aqueles entre vocês que estão há mais tempo no mundo da genealogia, este nome não há de ser totalmente desconhecido. Provavelmente, alguns de vocês inclusive começaram as suas árvores através deste site.

Algum tempo depois do início do meu trabalho no site, no entanto, este foi vendido para a firma MyHeritage. Eu fiquei no conglomerado que vendeu o site meusparentes e comecei a me dedicar a outras atividades, já que a área de genealogia já não fazia parte da nossa empresa.

Confesso que sentia saudades.

Então, foi com ainda mais alegria que resolvi voltar para a genealogia, quando minha colega Silvia, que gerenciava a parte alemã do site de MyHeritage, entrou em licença maternidade e eu fui convidada a substitui-la.

Fiquei 1 ano e 2 meses a cargo da página Myheritage.de, muito feliz por estar de novo promovendo a importância da história familiar e tentando ajudar e incentivar cada um dos nossos usuários com dicas sobre o uso do nosso site, entre as muitas outras tarefas que nos são confiadas.

Mas como o mundo dá muitas voltas, fui incumbida de uma nova, quando minha colega Silvia voltou da sua licença: voltar a gerenciar a página Brasil, já que o Walter estaria se dedicando a novos desafios.

Gostaria de agradecer ao Walter por todo este tempo em que esteve conosoco e de desejar muito sucesso no seu novo cargo. Tenho certeza que ele arrasará!

Espero poder continuar o diálogo intenso que Walter mantinha com vocês usuários! E espero que vocês possam me ajudar a dar forma a este espaço de acordo com o gosto de vocês. O que vocês mais gostam de ler no blog de MyHeritage? Quais são os temas preferidos de vocês? O que ainda não foi abordado por aqui que vocês sentem falta?

Fico esperando os comentários de vocês aqui no blog, no Facebook, Twitter ou Google+.

Até breve!

5    nov 20122 Comentários

Imigração é tema do ENEM

No último final de semana, 4,1 milhões de estudantes fizeram as provas do ENEM no Brasil.

O ENEM é um exame de capacitação que irá determinar o destino de quem pensa em cursar uma universidade pública nos próximos anos.

Este ano, um detalhe foi o terror de muitos alunos na segunda fase do exame. A Redação.

Fora os tradicionais motivos que derrubam muitos alunos, como o bom uso da língua, e a escolha das palavras para se criar um texto sobre um determinado assunto, o tema foi outro dos fatores que deixou muita gente falando sozinho no exame.

Leia mais... "Imigração é tema do ENEM" »

Sobre nós  |  Entre em contato conosco  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2014 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados