20    out 20140 Comentário

Meu querido diário

Alguém de vocês já teve um diário na infância, na adolescência ou talvez ainda o tenha? Todos nós sabemos o objetivo de um não é mesmo? Pretendemos guardar nossas experiências, pensamentos e lembranças, os nossos segredos, esperanças e inseguranças, ou simplesmente um local em que podemos dar vazão aos nossos sentimentos.

Por isso, encontrar um diário de um antepassado, é ao mesmo tempo acessar os pensamentos mais íntimos de nosso familiar, mas também ter acesso a uma riqueza de informações sobre a sua vida.

Leia mais... "Meu querido diário" »

9    out 20146 Comentários

Registros de óbito: essenciais para a sua pesquisa

Esta postagem foi escrita em colaboração com a expert em genealogia Miriam J. Robbins. Miriam vem ministrando cursos e palestras nos Estados Unidos desde 2005. A sua paixão pela história familiar, no entanto, é muito mais antiga, desde a adolescência ela se interessa pelo assunto. Em 1987 ela iniciou a sua pesquisa genealógica e, 10 anos mais tarde, ela conseguiu uma grande vitória: reuniu sua avó à sua família biológica. Miriam é autora de um blog especializado em genealogia (em inglês): AnceStories, the stories of my ancestors, além de trabalhar em outros dois sites bastante interessantes:  o Online Historical Directories e Online Historical Newspapers.

O mês de outubro é conhecido por ser o mês da pesquisa familiar e também o mês do Halloween. Ou seja, uma combinação perfeita de registros de óbito e pesquisa genealógica. Registros de falecimento são uns dos melhores registros para iniciarmos uma pesquisa em genealogia devido aos vários formatos encontrados, os tipos de informações neles contidos e os muitos detalhes adicionais que podem ser encontrados, referindo-se à vida e à morte do seu antepassado.

Leia mais... "Registros de óbito: essenciais para a sua pesquisa" »

3    out 20142 Comentários

Fotos, livros e documentos antigos – como conservá-los

Muitos de nós, amantes da genealogia, temos em casa um pequeno arquivo, onde guardamos com todo carinho fotos, livros e documentos antigos de nossos antepassados. Porém, nós todos sabemos que o tempo é o nosso inimigo, assim como insetos e várias outras pragas, que atacam o nosso acervo.

Por isso compilamos para vocês, baseados em informações que nos foram passadas pelo Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Itapetininga, um pequeno manual para sabermos mais sobre as pragas que estragam nossos acervos e o que fazer para evitá-las.

Quais são os tipos de insetos e pragas que estragam os acervos?

A maioria das espécies de insetos que podem infestar os acervos de papel não são atraídas pelo papel em si, mas pelas gomas, adesivos e amidos, que são digeridos com facilidade muito maior do que a celulose, de que é feito o papel. Alguns insetos atacarão também a celulose (isto é, papel e papelão) e as proteínas (isto é, pergaminho e couro); mas esse dano acarretado pelos insetos não provém unicamente de seus hábitos alimentares; as peças também podem ser danificadas pelas secreções e pelas atividades de abrir túneis e de fazer ninhos.

Leia mais... "Fotos, livros e documentos antigos – como conservá-los" »

15    set 20146 Comentários

Fontes importantes para a genealogia: Jornais

Notícias locais do jornal Spanish American (página 12; 6 de fevereiro de 1905, Roy, Mora County, New Mexico)

Jornais antigos são verdadeiros tesouros genealógicos. Caso a sua família tenha ficado bastante tempo em um único lugar, as chances são grandes de que os jornais locais tenham publicado alguma notícia em relação a eles.

E que tipo de notícias seriam estas? São principalmente informações sobre nascimento, falecimento ou casamento. Era comum no passado publicar-se este tipo de notícia. Além disso, caso os parentes de vocês tenham fundado alguma firma ou tenham tido um negócio próprio, pode haver propaganda deles nos jornais, editais e outras informações importantes ou apenas curiosas. Anúncios, informações sobre os imóveis, festas de final de ano, eventos esportivos e até mesmo os preços das mercadorias, em determinadas épocas, lhe darão uma ideia de como era a vida dos seus familiares. E ainda lhe dão uma visão geral da História, em uma determinada época.

Na página 12 do jornal Spanish American de de 6 de fevereiro de 1906 a seção local oferece exatamente este tipo de informações, como pode ser visto no exemplo ao lado. Nesta coluna das notícias locais (e qual jornal, principalmente de cidade pequena, não tem esta coluna social, não é mesmo?) ficamos sabendo quem foi pra onde, os negócios locais e até mesmo sobre o estado de saúde de determinadas pessoas. Caso os seus parentes também tenham sido mencionados nestas colunas sociais, vocês terão em mãos um material bastante rico e pessoal sobre eles, num determinado período de tempo.

Leia mais... "Fontes importantes para a genealogia: Jornais" »

18    ago 20149 Comentários

Pesquisa genealógica em cemitérios

Há alguns meses nós trouxemos uma novidade para os leitores do nosso blog: a parceria com o BillionGraves, para que juntos pudéssemos lançar uma empreitada gigante: digitalizar os cemitérios do mundo todo.

Naquele post, ensinamos um pouco como podemos ajudar a preservar a memória e as informações contidas nas lápides dos cemitérios, antes que elas se percam para sempre, vítimas da ação dos tempos. Porém, muitas dúvidas permaneceram e temos recebido constantemente novos emails em que os usuários pedem mais dicas para esta importante tarefa de preservação. Notamos que vocês estão realmente empenhados em salvar as informações referentes a todos, e não apenas sobre os próprios parentes.

Cemitério da Colônia Antão Farias, Formigueiro/RS. Imagem: Rômulo Filipini - https://www.flickr.com/photos/romulofilipini/

Leia mais... "Pesquisa genealógica em cemitérios" »

15    ago 20141 Comentário

3 dicas genealógicas para “podar” sua árvore

Preservar a sua história familiar e documentar as descobertas relacionadas à história da sua família são duas das grandes prioridades da equipe de MyHeritage.

Assim como vocês, nós também estamos sempre ansiosos por introduzir cada novo detalhe encontrado às nossas árvores. Mas vocês se lembram de olhar para trás e verificar aquilo que já fizeram, para encaixar as peças que estão faltando neste enorme quebra-cabeças que é a árvore genealógica?

Listamos aqui algumas dicas para que você mantenha a sua árvore sempre atualizada e "podada", para um maior crescimento!

1- Unir informações duplicadas

Leia mais... "3 dicas genealógicas para “podar” sua árvore" »

9    jul 20143 Comentários

Repositório Genealógico Nacional

Uma nova iniciativa acaba de ser lançada em Portugal, pela Universidade do Minho - o Repositório Genealógico Nacional.

"Os registros paroquiais de batizados, casamentos e óbitos, institucionalizados na segunda metade do século XVI, constituem a memória coletiva mais sistemática do Mundo Ocidental. Organizar essa informação numa base de dados central, com âmbito geográfico sucessivamente alargado, é o primeiro objetivo do Repositório Genealógico Nacional." - lê-se na página do Facebook do Repositório. Eles também pretendem: "Fornecer serviços no campo das genealogias à comunidade residente ou em diáspora."

Neste âmbito, o Grupo de História das Populações do Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura Espaço e Memória (CITCEM) da referida universidade acaba de concluir o projeto “Espaços Urbanos: Dinâmicas Demográficas e Sociais (Séc. XVII-XX)”.

O projeto trata de migrações internas, relações dentro/fora do casamento, crises de mortalidade, entre outros temas. Carlota Santos - responsável por este projeto, professora auxiliar do Departamento de História da UMinho e coordenadora do Grupo de História das Populações e Maria Norberta Amorim, também investigadora do mesmo grupo que há mais de 40 anos, vêm pesquisando sobre as dinâmicas demográficas e sociais em Portugal.

Leia mais... "Repositório Genealógico Nacional" »

27    mai 20145 Comentários

Inglaterra: o fim da genealogia?

O casal Michael Pugg e Rebecca Griffin, casados há 3 anos, são um exemplo da nova moda que está se instalando por todo o Reino Unido: o Meshing (traduzindo uma espécie de "mistura"). No Brasil, é comum a mistura de nomes próprios. Uma grande amiga minha de infância se chamava Tercimar - a mistura do nome do seu pai, Tércio, com o da sua mãe, Maria.

Na Inglaterra, no entanto, as pessoas estão misturando os sobrenomes. Para voltarmos ao exemplo acima, o casal inglês tirou uma parte do nome dele ("Pu") e outra parte do nome dela ("Ffin") e juntos eles são o sr. e a senhora Puffin.

"Nós tomamos esta decisão, pois ficamos sabendo desta fusão de sobrenomes e achamos a ideia ótima. Começamos então a experimentar com os nosso nomes, trocando sílabas pra lá e pra cá e achamos que o nome ficou muito bacana. Além disso, achamos muito legal trazer uma coisa tão nova para o nosso casamento", comenta Rebecca.

Imagem: Flickr.com/photos/mynmaeisharsha

Leia mais... "Inglaterra: o fim da genealogia?" »

28    mar 201424 Comentários

Nacionalidade espanhola aos descendentes de judeus sefarditas

Ao longo das últimas semanas temos visto uma enxurrada de notícias sobre os judeus sefarditas inundarem as redes sociais: são milhares de pessoas que pretendem provar sua origem sefardita para tentar então conseguir obter um passaporte espanhol.

Tudo começou com a intenção do governo de Mariano Rajoy para aprovar no Congresso Espanhol uma modificação no Código Civil daquele país para conceder a nacionalidade espanhola aos judeus sefarditas que consigam provar suas origens ancestrais e, assim, compensar aquelas famílias que foram expulsas de Espanha sistematicamente a partir de 1492.

Ondas migratórias sefarditas

Os judeus fugiram das perseguições que lhe foram movidas na Península Ibérica durante a inquisição espanhola (de 1478-1834) e se instalaram em novos territórios. Milhares se refugiaram no novo mundo, por exemplo, no Brasil e no México, onde atualmente temos milhares de descendentes dos judeus conhecidos como Marranos (pessoas que foram forçadas a se converterem ao cristianismo, mas que continuavam praticando às escondidas a sua religião).

Leia mais... "Nacionalidade espanhola aos descendentes de judeus sefarditas" »

13    fev 20145 Comentários

Entrevista – João Ventura

Hoje temos o prazer de entrevistar aqui no Blog em língua portuguesa de MyHeritage o genealogista português João Ventura.

João, de 39 anos, é natural de Faro, Portugal, mas atualmente reside na Alemanha. Ele tem dois filhos e começou a fazer sua árvore genealógica na altura em que nasceram.
Isso colocou-o em contato com a realidade da pesquisa genealógica em Portugal e a necessidade de "viajar" para uns 20 sites diferentes de modo a obter os registros paroquiais.
João lançou recentemente o site tombo.pt, site este que todas as noites indexa os 18 sites dos Arquivos Distritais de Portugal Continental, e os sites dos Açores, da Madeira e de Guimarães. Nesta entrevista ele nos dá mais detalhes sobre o seu trabalho no site e sobre a genealogia portuguesa.

Boa leitura!

MH - João, você é o fundador do recém-lançado site tombo.pt. Poderia falar um pouco mais sobre o seu trabalho com o site, sobre os seus objetivos e futuros projetos?

JV- Fiz o site como uma ferramenta para me ajudar a mim, e outros como eu, que buscam aos seus antepassados através dos registos paroquiais na Internet. Quando comecei, existia um site muito semelhante (o etombo.com), que no entanto deixou de ser actualizado há quase 4 anos. Para evitar ter de visitar constantemente as páginas dos vários arquivos à procura de novidades, criei um sistema automático para me avisar de todas as novidades que surgissem, que ainda corre todos os dias para actualizar o site. Neste momento o site indexa todos os 22 arquivos com registos paroquiais em Portugal e avisa diariamente das novidades. Para o futuro tenho planos para duas novas funcionalidades: 1) a indexação de outros documentos como os livros de passaportes, as administrações de concelho e os processos ‘de genere’; e 2) informação em cada freguesia sobre a sua origem com ligação para a freguesia anterior. Além disso o site também irá melhorar em aspecto visual e terá uma versão em Inglês.

Leia mais... "Entrevista – João Ventura" »

Sobre nós  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2014 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados