4    mai 20154 Comentários

Bebê real: 9 informações que você tem que conhecer :-)

Gostaríamos de desejar à família real britânica nossos votos de felicidades e parabenizá-los pelo aumento da árvore genealógica!

Da mesma maneira que seu pai, tio e irmão, também a neném - que passará a ter o título oficial de Princesa de Cambridge - nasceu na ala Lido do Hospital St Mary, em Londres, perto da estação londrina de Paddington.

Para celebrar seu nascimento, nós pesquisamos 9 fatos interessantes em relação ao nascimento de príncipes e princesas britânicos. Confira!

1- A princesa é uma prima distante do antigo presidente americano George Washington. Mais parentes famosos são Ben Affleck, Beyonce e Uma Thurman. Mas dêm uma olhadinha vocês mesmos na Árvore Genealógica da Família Windsor, para descobrir outros parentes interessantes.

Leia mais... "Bebê real: 9 informações que você tem que conhecer :-) " »

12    abr 20151 Comentário

Ela se chama João e ele se chama Maria – novas leis na Finlândia

Imaginem só, o cenário do título da nossa postagem: um menino recebendo o nome de Maria e uma menina recebendo o nome de João. O que você acharia desta ideia? Pois na Finlândia, um cenário destes está prestes a se tornar realidade.

A lei atual que regulamenta quais nomes podem ou não ser dados no país é de 1985 e é considerada, na Finlândia, como obsoleta. De acordo com o novo projeto de lei, que está para ser aprovado, não seria mais necessário que os pais escolhessem um nome de menina para dar às suas filhas, ou nome de menino para dar aos seus filhos. Ainda segundo o projeto, bastaria que os pais não escolhessem nomes ofensivou ou inapropriados para que a integridade da criança fosse preservada. Já o gênero do nome não seria mais importante, de acordo com este entendimento.

Leia mais... "Ela se chama João e ele se chama Maria – novas leis na Finlândia" »

20    jan 20156 Comentários

Entendendo datas de eventos – 5 erros comuns cometidos por pesquisadores de genealogia e como evitá-los

Este texto foi escrito por Laurence Harris, chefe de Genealogia do Reino Unido em MyHeritage.

É importante registrar não apenas os principais eventos dos nossos antepassados, mas também a data em que cada evento ocorreu.

Normalmente, existem várias fontes que indicam a data de um evento. Por exemplo, para uma morte, podemos encontrar a data da morte indicada no atestado de óbito, uma lápide, um obituário no jornal e um testamento. No entanto, as datas indicadas devem ter sido documentadas utilizando as convenções de calendário e de registro do local e período em que o evento ocorreu originalmente, ao invés do calendário e as convenções que um pesquisador estará familiarizado hoje. O erro, ao desconsiderar o contexto original de um evento, ou documento, muitas vezes resulta em erros na compreensão de quando um evento realmente ocorreu.

Abaixo estão listados cinco dos erros mais comuns que ocorrem em interpretação de datas, juntamente com algumas sugestões sobre a forma como estes erros podem ser evitados ou corrigidos.

Leia mais... "Entendendo datas de eventos – 5 erros comuns cometidos por pesquisadores de genealogia e como evitá-los" »

14    jan 20150 Comentário

Recriando fotos de família: uma homenagem aos antepassados

Fotos são também na genealogia algo muito especial. Elas passam emoções, dão um rosto ao que seria um simples nome e é bom demais poder nos reencontrarmos nos traços de um antepassado. Ou vocês nunca passaram pela situação em que alguém disse que você era "igualzinho" a algum parente seu?

Eu mesma, ao me deparar com fotos antigas, independentemente se elas pertencem à minha família ou não, sempre me pego pensando como era a vida da pessoa em questão. Também fico tentando me imaginar como seria viver na época da pessoa da foto, se teria sido uma vida melhor ou pior, mais fácil ou mais difícil, etc. Mas Christine McConnell foi um passo além. Ela não ficou no plano da imaginação, mas tentou realmente entrar na pele de seus antepassados. O resultado do seu trabalho pode ser visto nesta bela sequência de fotos.

Para homenagear seus antepassados, ela escolheu fotos de 7 gerações de mulheres da sua família, do lado materno, para reconstruir suas fotos. Ela posa nas mesmas vestimentas que sua avó, bisavó, trisavó, etc., sempre mostrando a sua foto ao lado da foto original. As semelhanças entre elas são incríveis.

Imagem: Christine McConell e Martha (nascida em 1921)

Leia mais... "Recriando fotos de família: uma homenagem aos antepassados" »

3    jan 20152 Comentários

Genealogia e Tolkien

No final do ano passado multidões foram aos cinemas para assistir Hobbit, um dos livros de Tokien que continua fazendo sucesso atualmente. Mas o que este livro cheio de seres mágicos, num mundo de fantasia tem a ver com a genealogia? Muita coisa, segundo o nosso usuário João Victor, que escreveu o texto que vamos ler a seguir! O criador de Hobbit e Senhor dos Anéis era um verdadeiro fã da temática e criou gerações de famílias, mostrando o seu apreço pela pesquisa familiar.

Muito obrigada João Victor pelo brilhante texto e boa leitura a todos!

J. R. R. Tolkien: Fantasia e Genealogia

Apesar de ser professor em Leeds por seis anos e ser eleito a uma cátedra na Universidade de Oxford em 1925, onde ministrava aulas de Inglês Antigo e Medieval, Filologia Germânica, Islandês, Galês e Saxão (entre outros), o escritor britânico J. R. R. Tolkien só se tornou conhecido em seu país e no mundo após as publicações de seus dois mais famosos livros: O Hobbit (1937) e sua obra prima, O Senhor dos Anéis (1954). Neste e em outros mais de 20 livros (a maioria publicado postumamente), Tolkien desenvolveu uma vasta mitologia, com raças variadas: “deuses” e “demônios”, elfos, humanos, anões, hobbits, orcs e animais fantásticos. Suas histórias se desenvolvem desde a gênese do universo até o final das “eras mágicas”, quando apenas os humanos passaram a dominar o mundo.

Leia mais... "Genealogia e Tolkien" »

14    nov 201421 Comentários

9 sepulturas pra lá de especiais

Em alguns cemitérios você encontrará lápides e sepulturas verdadeiramente especiais e muito diferentes das demais.

Algumas sepulturas revelam muito sobre as pessoas lá sepultadas e, ao olhar com atenção, podemos ver que tipo de hobbies as pessoas costumavam ter em vida, ou como estas pessoas pensavam sobre a vida e o mundo, ou vemos também, como elas eram amadas pelos seus familiares.

Separamos 9 sepulturas especiais para que vocês vejam o quanto podemos descobrir sobre os nossos antepassados, durante uma visita ao cemitério onde eles estejam enterrados.

E depois nos diga qual destes exemplos é o mais interessante, na sua opinião!

1) Um fã do jogo Palavras cruzadas (ou scrabble, no original em inglês)

Leia mais... "9 sepulturas pra lá de especiais" »

1    set 20147 Comentários

I Grande Guerra – os heróis não humanos

Quando se fala de heróis de guerra, normalmente pensa-se nos bravos homens e mulheres que lutaram e morreram por seus países. Mas eles não são os únicos, muitos animais estiveram na linha de batalha com os soldados. Estes fiéis companheiros estiveram presentes para transportar equipamento, para entregar bilhetes secretos e informar sobre a movimentação dos inimigos.

Cavalos transportando munição na batalha de Vimy Ridge

Gostaríamos de deixar aqui alguns exemplos destes heróis silenciosos.

Leia mais... "I Grande Guerra – os heróis não humanos" »

28    ago 201461 Comentários

Genealogia na ponta dos pés

É comum a vontade das pessoas de saberem mais sobre elas mesmas. Queremos encontrar um significado maior para as coisas que nos rodeiam e entender o nosso papel no mundo em que vivemos.

Com isto em mente, há pessoas que tentam entender a personalidade das pessoas através dos signos, outros querem entender da nossa alma e estudar a áurea, ou tentar prever o futuro através da leitura das linhas das mãos. Há quem diga que os olhos são o espelho da alma, mas há também quem diga que os pés têm muito a dizer. Inclusive, alguns reflexoterapeutas afirmam que os pés podem dizer muito sobre a personalidade das pessoas. Sabiam que existe até um livro sobre o assunto? Ele se chama "A linguagem dos pés", do autor Imre Somogyi.

Interessante também é verificar a nossa ascendência através do formato dos nossos  pés. Eu acabei de verificar que devo tentar procurar as origens gregas da minha família. :-)

E você, baseado nesta imagem: de onde vem sua família?

16    mai 20142 Comentários

Tudo proibido. Mas por quê?

Não posso jogar videogame? Nem aquele joguinho de letrinhas o scrabble? E usar roupa amarela também é terminantemente proibido?

Sim, estas são três das coisas que são totalmente proibidas em alguns países. Inacreditável, não é mesmo? Pois convido a todos a conferirem a lista a seguir:

1. No ano 2000 o governo chinês resolveu baixar uma lei que proibia as consoles de videogames. A ideia por trás desta lei é a de que os jovens não deveriam perder seu tempo jogando. Melhor seria eles trabalharem em algo útil.

Fonte: mhstatic.de

Leia mais... "Tudo proibido. Mas por quê?" »

18    mar 20140 Comentário

Pais são tão importantes para o desenvolvimento dos filhos quanto as mães!

Com o passar dos tempos mudou muito o papel dos pais na vida de um filho. Sabe-se hoje que o papel dos pais na educação das crianças é essencial e que um bom relacionamento entre o pai e os filhos tem um efeito muito positivo na vida dos mesmos, especialmente durante a sua infância.

Imagem: its4families.com

Há não muito tempo atrás seria para muitas famílias impensável que os pais pudessem ajudar na cozinha, com os filhos ou com os trabalhos domésticos. Hoje em dia, no entanto, está ficando cada vez mais comum que os homens também participem ativamente na educação de seus filhos e na manutenção da casa. Ainda não chegamos aos patamares europeus, em que alguns maridos ficam em casa cuidando dos filhos nos primeiros anos de vida, enquanto suas mulheres fazem carreira. Mas quem sabe as surpresas que os próximos anos nos trarão, não é mesmo?

Atualmente, os pais  brasileiros têm direito a cinco dias de férias após o nascimento de seus filhos, mas já há alguns pioneiros no Brasil (como a empresa Google ou um escritório de advocacia em São Paulo), que concedem 30 dias de benefício aos seus funcionários. Em Portugal a licença obrigatória do pai é de 10 dias, mas a licença "maternidade" (que por lá se chama licença parental) pode ser dividida entre o pai e a mãe e dura até 120 dias (com pagamento total do salário), podendo aumentar até 180 dias (com 83% da remuneração).

Leia mais... "Pais são tão importantes para o desenvolvimento dos filhos quanto as mães!" »

Sobre nós  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2015 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados