4    ago 20160 Comentário

A selfie mais antiga de todas

A tão famosa selfie, de hoje em dia, nada mais é que um autorretrato. É uma foto tirada de frente, geralmente usando-se para isso um smartphone ou câmera digital. Elas são popular e rotineiramente compartilhadas nas redes sociais e tornaram-se tão comuns, que é muito difícil encontrar alguém que ainda não tenha ouvido falar de uma.

Embora o termo "selfie" seja relativamente novo - ele foi adicionado ao Dicionário Oxford em 2013 -  e no Brasil ainda haja um discussão se deveríamos dizer "a selfie" em analogia à fotografia, ou "o selfie" por ser o autorretrato , a ideia de tirar uma fotografia de si próprio, segurando a câmara na frente da pessoa, certamente, não é nova.

A primeira selfie produzida, reconhecida por historiadores, foi tirada por Robert Cornelius, um americano pioneiro da fotografia. Ele criou um daguerreótipo de si mesmo, em 1839. E o mais interessante é que esta não é apenas a primeira selfie, mas uma das primeiras fotografias de uma pessoa jamais tirada.

Uma vez que o processo era bastante lento, Robert teve tempo de descobrir as lentes, correr para a frente da câmera e posar para a foto por mais ou menos um minuto, e depois voltar para de trás da câmera e cobrir as lentes novamente. A foto ganhou uma legenda: "Primeira fotografia já tirada. 1839".

Fonte: Biblioteca do Congresso

Leia mais... "A selfie mais antiga de todas" »

29    abr 20162 Comentários

Bela, recatada e do lar: 11 dicas de beleza da minha avó

Ultimamente, no Brasil, andamos ouvindo várias pessoas sendo contra ou a favor do fato de se ser "bela, recatada e do lar". Não irei agora entrar mais a fundo na questão, mas fiquei, sim, pensando que o título escolhido para ilustrar a reportagem sobre a esposa do vice-presidente Temer tinha um ar de antigamente. Fazia tempo que não ouvia ou lia as palavras "do lar" e "recatadas", mas me lembro de tê-las ouvindo saindo da boca da minha avó - que era bela, recatada e do lar.

Também de minha avó ouvi muitas dicas de beleza.  Ela era bastante vaidosa e não saia de casa sem passar pelo menos "um batonzinho". Esta era para ela uma regra de ouro e até hoje, quando saio de casa de cara lavada, ouço um sussurro de reprovação, vindo de algum lugar, me dizendo para não sair sem o tal do batonzinho.

Imagem: Livraria do Congresso

Leia mais... "Bela, recatada e do lar: 11 dicas de beleza da minha avó" »

14    mar 20162 Comentários

Uma história de amor muito comovente

A história de amor deste casal é realmente comovente e mostra o que você pode conseguir quando ama verdadeiramente!

Durante anos o casal Kuroki viveu feliz na sua casa de campo no Japão. Seus dois filhos simbolizam seu amor. Mas, de repente, o casal sofre um golpe grave: a senhora Kuroki perde a sua visão devido a complicações causadas pela diabete. Ela ficou deprimida e cada vez mais se ia retirando. Raramente saía de casa. Seu marido ficou muito preocupado. Seu maior desejo era que sua esposa voltasse a sorrir novamente. Para conseguir isso, ele teve uma idéia e criou algo incrível!

Sua esposa ama a natureza. Embora ela não pudesse ver a beleza da paisagem, ela ainda conseguia sentir o cheiro dela. Então ele começou a plantar milhares de flores no jardim de sua casa. Esse projeto levou dois anos para ser completado. Entretanto florescerem em uma enorme área - 7 km de comprimento - umas flores chamadas Phlox que espalham sua fragrância no quintal. A mulher, então, não só saiu finalmente fora de casa, como também fez com que o maior desejo de seu marido se tornasse realidade: o senhor Kuroki viu seu grande amor sorrir novamente. Embora ela não pudesse ver o lindo campo de flores - ela aprecia seu perfume.

O casal Kuroki no seu jardim.

O Sr. Kuroki não apenas pôs um sorriso na cara da sua amada, mas também na de numerosos turistas que apreciam a vista destas lindas flores cor de rosa. Entre março e abril, o casal japonês recebe 7.000 visitantes. Estes ficam impressionados com a vista e eles próprios vão com um sorriso satisfeito para casa. :)

Que bela história de amor, não acha? Existem em sua família algumas histórias de amor emocionais? Escreva um comentário!

29    fev 20160 Comentário

Ano bissexto: aniversários e árvores genealógicas

Milhões de pessoas em todo mundo, inclusive meu sobrinho Florian, estão comemorando hoje seu aniversário ao redor do mundo, finalmente no dia certo!

Por que temos anos bissextos? Todos nós aprendemos na escola que o ano tem 365 dias, já que este é o tempo que a Terra leva para girar em torno do sol. Mas, na verdade, é preciso um pouco mais de tempo: 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 46 segundos, para ser mais exata. E é por isso que foram estabelecidos os anos bissextos, a cada 4 anos, para corrigir esta diferença em relação aos 365 dias originais.

Imagem: a lua tristonha

Leia mais... "Ano bissexto: aniversários e árvores genealógicas" »

13    fev 201619 Comentários

Como era a vida há cem anos?

Ainda que nós, genealogistas, conheçamos com algum detalhe a vida dos nossos antepassados, temos também alguma dificuldade em imaginar a vida dos nossos antepassados. Quais eram as suas maiores dificuldades? Quais eram os seus hábitos e costumes? A vida antigamente era mais fácil do que a atual?

A companhia teatral Del Tura, da Flórida, fez uma lista muito interessante sobre a vida nas Américas há exatos 100 anos. Quem olha para os itens da lista fica surpreso ao ver como as coisas mudaram em apenas 100 anos.

Imagem: Brooklyn 1916 (Fonte: Library of Congress)

Destacamos aqui alguns dos itens da lista. Qual é o item mais surpreendente? Comente!

24    jan 201611 Comentários

Existem famílias grandes e… FAMÍLIAS GRANDES

Um sobrenome: Postigo. E vinte pessoas ligadas a ele. E todas as vinte fazem parte de uma mesma família, barulhenta e muito unida, residente em Barcelona, os Postigo. Esta é a família europeia mais numerosa do ano, segundo um prêmio que acabaram de receber.

Rosa e José Maria Postigo decidiram trazer ao mundo nada menos que dezoito crianças, ainda que todas as gestações tenham sido "horríveis", já que todos os bebês nasceram com uma cardiopatia congênita, como informa o jornal El Mundo.

Imagem: Família Postigo

Leia mais... "Existem famílias grandes e… FAMÍLIAS GRANDES" »

6    jan 20161 Comentário

Hoje é dia de Bolo Rei!

Segundo a tradição, o dia 6 de janeiro é o dia em que normalmente desmontamos a árvore de Natal e o último dia para comermos o Bolo Rei.

Este bolo de forma redonda, massa branca e recheado de frutas cristalizadas, uvas passas e outros frutos secos, é bastante conhecido em Portugal, mas também no Brasil, especialmente para as famílias com raízes portuguesas. A origem do bolo é bastante antiga, ao que se sabe vem do tempo dos romanos, que costumavam escolher o "rei" da festa durante seus banquetes, a partir da sorte. Colocava-se uma fava dentro da massa do bolo e aquele que pegasse a fatia com a fava dentro era considerado o rei da festa.

Leia mais... "Hoje é dia de Bolo Rei!" »

16    dez 20150 Comentário

Star Wars: O despertar da força

Você se lembra com quem viu o primeiro Star Wars? Em muitos lares, pode-se notar que assistir os filmes da saga Star Wars em família virou uma verdadeira tradição. A marca - que já existe há quase 40 anos - parece exercer um efeito nostálgico sobre nós, nos transportando para um imaginário nostálgico e familiar.

O mais novo filme da saga Star Wars acaba de estrear no cinema depois de um hiato de 10 anos, desde o lançamento do último filme.

Leia mais... "Star Wars: O despertar da força" »

21    out 20158 Comentários

De volta ao futuro e ao passado

O que vocês estavam fazendo há 26 anos? Quem consegue se lembrar? Talvez um ou outro entre vocês tenha assistido ao filme americano „De volta ao futuro“. Neste ano, ou seja, em 1989, estreava a segunda parte da trilogia de mesmo nome e me lembro de pensar que o ano de 2015 estava muito, muito distante. Não me parecia impossível aquele mundo cheio de tecnologia retratado no filme.

Imagem: Marty e Doc, no filme "De volta ao futuro", Wikipedia.org

O filme nos deu uma ideia de como seria a vida em 2015, mais precisamente no dia 21 de outubro de 2015, quando Marty McFly (interprestado pelo ator Michael J Fox) viajou para o futuro, na sua fictícia cidade natal de Hill Valley, graças a uma invenção do seu amigo Doc Brown (Christopher Lloyd): uma máquina do tempo. Pudemos então ver todas as maravilhas do futuro: carros voadores, roupas que se limpavam, ajustavam e secavam automaticamente, robôs que levavam os cachorros para passear e até cadarços de tênis que se fechavam sozinhos.

Leia mais... "De volta ao futuro e ao passado" »

7    set 201520 Comentários

Você sofre de progonoplexia?

Você já ouviu falar de progonoplexia?

De acordo com a Wikipedia, a palavra progonoplexia vem do grego Προγονοπληξια e poderia ser traduzido de forma bem livre como "antepassadosite" :-) , ou uma obsessão profunda com os antepassados.

Saber mais sobre os antepassados fazia parte da cultura e sensação de identidade do povo grego, pois era muito importante poder falar do passado glorioso dos seus antepassados. Foi então criado este termo para designar a preocupação moderna dos gregos em saber mais sobre o passado das suas famílias.

Esta é uma obsessão que permaneceu com o passar dos tempos.

Leia mais... "Você sofre de progonoplexia?" »

Sobre nós  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2016 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados