29    abr 20160 Comentário

Bela, recatada e do lar: 11 dicas de beleza da minha avó

Ultimamente, no Brasil, andamos ouvindo várias pessoas sendo contra ou a favor do fato de se ser "bela, recatada e do lar". Não irei agora entrar mais a fundo na questão, mas fiquei, sim, pensando que o título escolhido para ilustrar a reportagem sobre a esposa do vice-presidente Temer tinha um ar de antigamente. Fazia tempo que não ouvia ou lia as palavras "do lar" e "recatadas", mas me lembro de tê-las ouvindo saindo da boca da minha avó - que era bela, recatada e do lar.

Também de minha avó ouvi muitas dicas de beleza.  Ela era bastante vaidosa e não saia de casa sem passar pelo menos "um batonzinho". Esta era para ela uma regra de ouro e até hoje, quando saio de casa de cara lavada, ouço um sussurro de reprovação, vindo de algum lugar, me dizendo para não sair sem o tal do batonzinho.

Imagem: Livraria do Congresso

Leia mais... "Bela, recatada e do lar: 11 dicas de beleza da minha avó" »

24    abr 20160 Comentário

Escolhas: sorte ou azar?

Recentemente, um amigo compartilhou uma história comigo e contou como seu bisavô Leon deixou a Europa para trás e emigrou para os Estados Unidos no início do século XX. Seu irmão já tinha feito o mesmo trajeto anteriormente, também partindo em busca de uma vida melhor. Quando Leon foi atrás de seu irmão, ele teve um começo bastante difícil, trabalhando como alfaiate, e dando duro para conseguir sustentar sua família.

Leia mais... "Escolhas: sorte ou azar?" »

13    fev 201618 Comentários

Como era a vida há cem anos?

Ainda que nós, genealogistas, conheçamos com algum detalhe a vida dos nossos antepassados, temos também alguma dificuldade em imaginar a vida dos nossos antepassados. Quais eram as suas maiores dificuldades? Quais eram os seus hábitos e costumes? A vida antigamente era mais fácil do que a atual?

A companhia teatral Del Tura, da Flórida, fez uma lista muito interessante sobre a vida nas Américas há exatos 100 anos. Quem olha para os itens da lista fica surpreso ao ver como as coisas mudaram em apenas 100 anos.

Imagem: Brooklyn 1916 (Fonte: Library of Congress)

Destacamos aqui alguns dos itens da lista. Qual é o item mais surpreendente? Comente!

24    jan 201611 Comentários

Existem famílias grandes e… FAMÍLIAS GRANDES

Um sobrenome: Postigo. E vinte pessoas ligadas a ele. E todas as vinte fazem parte de uma mesma família, barulhenta e muito unida, residente em Barcelona, os Postigo. Esta é a família europeia mais numerosa do ano, segundo um prêmio que acabaram de receber.

Rosa e José Maria Postigo decidiram trazer ao mundo nada menos que dezoito crianças, ainda que todas as gestações tenham sido "horríveis", já que todos os bebês nasceram com uma cardiopatia congênita, como informa o jornal El Mundo.

Imagem: Família Postigo

Leia mais... "Existem famílias grandes e… FAMÍLIAS GRANDES" »

6    jan 20161 Comentário

Hoje é dia de Bolo Rei!

Segundo a tradição, o dia 6 de janeiro é o dia em que normalmente desmontamos a árvore de Natal e o último dia para comermos o Bolo Rei.

Este bolo de forma redonda, massa branca e recheado de frutas cristalizadas, uvas passas e outros frutos secos, é bastante conhecido em Portugal, mas também no Brasil, especialmente para as famílias com raízes portuguesas. A origem do bolo é bastante antiga, ao que se sabe vem do tempo dos romanos, que costumavam escolher o "rei" da festa durante seus banquetes, a partir da sorte. Colocava-se uma fava dentro da massa do bolo e aquele que pegasse a fatia com a fava dentro era considerado o rei da festa.

Leia mais... "Hoje é dia de Bolo Rei!" »

21    dez 20159 Comentários

9 brinquedos que os levarão aos anos 80 num piscar de olhos!

Brinquedos são objetos muito especiais. Eles nos transportam a um lugar mágico, durante a nossa infância: e nos permitem sonhar, imaginar, fazer de conta que somos quem quisermos ser. Com o passar do tempo, ver um brinquedo de antigamente também tem um efeito incrível: eles nos fazem voltar à infância. E ao vê-los, revivemos todos aqueles momentos de alegria, recordando aquelas manhãs de Natal, a hora de abrir os presentes de aniversário e as risadas, alegrias e emoções que tivemos ao brincar com aqueles objetos.

Embora a máquina do tempo ainda não foi inventada, eu gostaria de convidá-los a viajar aos anos 80 e através dos objetos a seguir vamos recordar de uma parte especial da nossa vida. Aqueles que tiveram sua infância e juventude nos anos 80 com certeza terão muitas lembranças de como brincavam com estes objetos. E para aqueles que eram pais ou avós nos anos 80, tenho certeza que uma lembrança ou outra também irá aparecer.

Então, sejam bem-vindos ao túnel do tempo!

1. Moranguinho - Quem colecionava as figurinhas da Moranguinho e sua turma? Lembro de uma prima que colecionava as figurinhas e achava super injusto que ela conseguiu completar o álbum inteirinho! E ainda tinha conseguido completar o da Giselle, anteriormente! Eu nunca cheguei ao final de um álbum, muita frustração para uma criança dos anos 80 hehehehe.

Moranguinho

Leia mais... "9 brinquedos que os levarão aos anos 80 num piscar de olhos!" »

21    out 20158 Comentários

De volta ao futuro e ao passado

O que vocês estavam fazendo há 26 anos? Quem consegue se lembrar? Talvez um ou outro entre vocês tenha assistido ao filme americano „De volta ao futuro“. Neste ano, ou seja, em 1989, estreava a segunda parte da trilogia de mesmo nome e me lembro de pensar que o ano de 2015 estava muito, muito distante. Não me parecia impossível aquele mundo cheio de tecnologia retratado no filme.

Imagem: Marty e Doc, no filme "De volta ao futuro", Wikipedia.org

O filme nos deu uma ideia de como seria a vida em 2015, mais precisamente no dia 21 de outubro de 2015, quando Marty McFly (interprestado pelo ator Michael J Fox) viajou para o futuro, na sua fictícia cidade natal de Hill Valley, graças a uma invenção do seu amigo Doc Brown (Christopher Lloyd): uma máquina do tempo. Pudemos então ver todas as maravilhas do futuro: carros voadores, roupas que se limpavam, ajustavam e secavam automaticamente, robôs que levavam os cachorros para passear e até cadarços de tênis que se fechavam sozinhos.

Leia mais... "De volta ao futuro e ao passado" »

7    out 20141 Comentário

Super-heróis no enterro de um garotinho

Era uma vez um garotinho, Brayden Denton, da Geórgia, nos Estados Unidos, que era louco por aventuras de super-heróis. O seu preferido era o Homem Aranha e, juntamente com seu tio, ele assistiu todas as aventuras do Homem de Ferro, do Super Homem, do Homem Aranha, entre outros.

No entanto, Brayden tinha um tumor no cérebro, que, inicialmente, fora tratado com sucesso no hospital infantil de sua cidade. No entanto, com o passar dos meses, Brayden não mais respondia ao tratamento e o seu estado de saúde foi se tornando cada vez pior. Ele parou de comer, de beber e, finalmente, de respirar. E aos tenros cinco anos de vida, ele faleceu.

Fonte: wknr.com

Sua mãe, Staci, decidiu então, que ele fosse até o seu descanso derradeiro acompanhado dos heróis que ele tanto amava. Segundo Staci não havia nada que faria o seu filho mais feliz.

Esta foi uma linda homenagem de uma mãe a seu filho e tenho certeza que esta lembrança ficará viva na história desta família. E apesar de toda a dor, de todo o sofrimento, ela conseguiu passar uma mensagem de amor ao seu filho. Amando-o incondicionalmente na hora da despedida.

3    set 20143 Comentários

Terra – Planeta água

Há algum tempo atrás recebi um email triste de uma usuária muito especial para nós: a Maria Lúcia. Ela comentava: "enviei a mensagem para justificar a você porque ando tão "quietinha" - tenho até postado, em meu blog, alguns assuntos do MyHeritage blog em português, mas não tenho participado dos comentários". E ela continua: "Há muito tempo que, em Itu - SP, cidade em que nasci e moro estamos passando por uma crise no abastecimento de água potável que nem mesmo notícias de jornais escritos e televisivos conseguem mostrar em sua total realidade."

Imagem: Alfonso Benayas

Leia mais... "Terra – Planeta água" »

11    ago 201412 Comentários

Avós, pais da história familiar

Bisavós de Dado Moura

Hoje tenho o prazer de trazer aqui para o blog um texto muito bonito, escrito por Dado Moura, falando dos relacionamentos entre filhos, pais e avós. É um texto bastante atual, que toca, por exemplo, nas problemáticas da educação nos dias de hoje. Quem é que fica com as crianças quando os pais trabalham fora? Se os avós cuidam quem é que educa de verdade? A palavra do pai e da mãe vale mais do que a do avô e avó?

Obrigada, Dado, pelo belíssimo texto e por autorizar a divulgação com os leitores de MyHeritage! Boa leitura a todos!

"Através dos causos de família; narrados ao ritmo da (o) vovó (ô), passamos a conhecer a história dos nossos pais quando crianças.

Da mesma maneira que a presença dos pais é importante na vida dos filhos, a participação dos avôs na vida dos netos não poderia ser diferente. Embora a minha infância tenha ficado para trás há muito tempo, as lembranças das coisas que meus avôs me fizeram são tão vivas na minha memória, como se tivessem acontecido ontem.

Muitas pessoas alcançaram larga expectativa de vida e com isso conseguiram conhecer os filhos da sua segunda ou até de sua terceira geração. Com tanta experiência de vida, os avôs acabam vivendo algumas dificuldades de convivência, não com a nova geração, mas com os pais de seus netos. Os conflitos entre os adultos podem ser estressantes quando os avôs, na intenção de estar fazendo o melhor para os netos, interferem na educação aplicada pelos pais aos seus filhos. Mesmo que os compromissos dos pais sejam grandes, não cabe aos avôs assumir a responsabilidade outorgada aos pais.

Leia mais... "Avós, pais da história familiar" »

Sobre nós  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2016 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados