Memórias marcantes: 10 eventos históricos dos quais todos se lembram

Comentários0

De vez em quando coisas acontecem que deixam marcas na nossa memória. Estes dias estava conversando com uma amiga sobre o 11 de setembro e foi interessante como nós duas podíamos dizer em detalhes não só o que aconteceu, mas como nós vivenciamos aquela grande tragédia. Ambas saíamos ainda o que estávamos fazendo quando ouvimos falar do ataque terrorista, ou onde nós estávamos. Em inglês tem até uma expressão especial para este tipo de memória: flashbulb memory, elas são tão marcantes, como se a luz do flash se acendesse em seu cérebro, fixando uma imagem mental, como uma fotografia que você associa com um evento.

Fizemos uma lista pra vocês de alguns eventos históricos marcantes na história recente. Você se lembra de onde estava e o que estava fazendo quando estes fatos aconteceram? Se você ainda não era vivo, você já ouviu seus familiares falando sobre eles?

Morte de Ayrton Senna
No ano que vem já terão se passado 25 anos desde a morte de um grande ídolo do esporte brasileiro: Ayrton Senna da Silva. Senna bateu o seu carro contra uma barreira de concreto, quando participava do Grande Prêmio de San Marino, no autódromo de Imola, na Itália. Muitos brasileiros se orgulhavam do piloto famoso e viam em suas vitórias internacionais, uma vitória da nação verde e amarela. O seu sobrenome “Silva”, compartilhado por milhões de brasileiros, também fazia de Senna alguém como nós. Com o seu talento incrível e enorme determinação, Senna era querido e admirado por todos. O governo brasileiro declarou luto oficial de 3 dias e o país praticamente parou para ver o seu corpo chegar no aeroporto de Guarulhos e depois ser enterrado no cemitério do Morumbi, em São Paulo.

Chegada do homem à lua
Memórias marcantes tendem a ser dominadas por notícias trágicas e tristes – o que não é uma surpresa, já que os momentos tristes trazem mais perplexidade e choque do que momentos felizes. Mas a chegada do homem à lua, em 1969, é um exemplo de momento feliz. O mundo todo esteve grudado em frente a uma televisão ou rádio, vendo os astronautas americanos dando o famoso “pequeno passo para o homem, mas um grande passo para a humanidade”. Para todos que acompanharam a façanha ficava a sensação de que nenhum sonho era grande demais, tudo parecia possível e atingível. Uma geração ficou marcada por esta sensação de que não havia sonho que não pudesse ser sonhado.

O assassinato de John F. Kennedy
95% dos americanos que tinham mais do que 8 anos na data, podem se lembrar do dia em que eles ouviram que o Presidente Kennedy havia sido morto por Lee Harvey Oswald. Kennedy foi um presidente extremamente popular e a sua morte é sujeita até hoje a inúmeras teorias de conspiração.

Titanic – o navio que nem Deus podia afundar
Em 1912, o  Titanic era chamado de “navio impossível de afundar.” O mundo todo parecia acreditar que realmente nada poderia derrubar este navio. Assim, quando a notícia chegou na Inglaterra de que o Titanic havia batido contra um iceberg ninguém se preocupou muito. Mas o choque foi enorme quando eles escutaram a notícia de que o navio havia afundado. As manchetes nos jornais dizendo que 1517 pessoas haviam morrido e que somente 700 sobreviveram trouxe choque, perplexidade e incredulidade a todo o país.

As Diretas já
No dia 10 de junho de 1984, o Brasil viu a maior multidão de pessoas jamais concentradas em prol de um ideal comum até então: a volta das eleições diretas para a presidência da República. Nas ruas em volta da Igreja da Candelária, no Rio de Janeiro, milhões de pessoas ouviram vários políticos clamando pelo direito do povo de escolher os seus representantes, embalados pela música “Coração de Estudante”, de Milton Nascimento – que também seria a música de fundo para a tragédia que se passou a seguir: a morte de Tancredo Neves, que seria o presidente do Brasil transitando para a democracia.

O tsunami no Oceano Índico
Há quase 15 anos um desastre natural como nunca havia sido visto antes trouxe uma nova palavra ao vocabulário da nação: tsunami. Um dia depois do Natal, um terremoto a 30 quilômetros de profundidade desencadeou uma série de tsunamis de larga escala que devastou comunidades inteiras na Indonésia, Tailândia, Índia e Sri Lanka. 220 mil pessoas perderam suas vidas, sendo levadas por ondas gigantescas.

Queda do muro de Berlin
Uma geração inteira de alemães cresceu em um país dividido em dois, com uma capital dividida entre dois países e duas super potências apoiando cada uma delas. O resto do mundo via na Alemanha a tradução dos perigos que a Rússia e o comunismo poderiam trazer. O perigo da Rússia soltar uma bomba nuclear era um perigo real e o medo acompanhou muitas pessoas nas décadas de 60 e 70. No dia 9 de novembro de 1989 os alemães começaram a destruir o muro, sem nenhuma interferência das autoridades. A queda do muro de Berlin representou também o fim da ameaça comunista ao redor do mundo. A imagem de milhões de alemães, felizes e podendo finalmente se reunir com suas famílias, enquanto pedaços do muro iam sendo postos abaixo, foi exibida pelas televisões do mundo todo e são uma imagem incrível ainda hoje.

O ataque terrorista do dia 11 de setembro ao World Trade Center
Este foi o maior ataque terrorista em solo americano. 2606 pessoas foram mortas e outras milhares foram feridas quando dois aviões se chocaram contra as paredes das Torres Gêmeas, em Nova Iorque. A visão chocante de dois colossos se desfazendo numa nuvem de fuligem e poeira cinza foi transmitida em todo o mundo e ficou gravada na cabeça de todos que viram a cena. Uma pesquisa americana mostra que 97% das pessoas que viram estas imagens se lembram exatamente onde estavam e o que estavam fazendo na época.

Os casamentos reais
Em 1981, o mundo viu o casamento do Príncipe Charles com a Lady Diana Spencer (os britânicos até ganharam um dia de férias para acompanhar o evento!). Em 2011, foi a vez do Príncipe William se casar com a Catherine Middleton (e novamente os britânicos puderam acompanhar os festejos com um novo dia de folga). Milhões de pessoas no mundo todo seguiram o exemplo dos ingleses e acompanharam pela tevê ou, mais recentemente, através das redes sociais este grande casamento. E no próximo sábado provavelmente veremos novamente milhões de pessoas acompanhando o casamento do Príncipe Harry e Meghan Markle.

Gol da Alemanha…
Quem não assistiu o famoso 7×1? O mundo inteiro acompanhou atônito o Brasil perder a semi-final da Copa do Mundo de 2014, em casa, na pior goleada da sua história: foram 7 gols da Alemanha contra apenas um do Brasil. O primeiro gol alemão foi marcado já aos 11 minutos do primeiro tempo. Para piorar e muito a situação, num espaço de apenas 6 minutos, os alemães marcaram mais 4 gols. Com o segundo tempo da partida, a seleção canarinho mostrou um pouco mais de engajamento, mas os alemães marcaram mais dois gols. No último deles, aliás, os brasileiros começaram a aplaudir os adversários. Aos 90 minutos veio o único gol do Brasil na partida, cujos jogadores deixaram o campo em lágrimas e sob a vaia da torcida.

Algumas recordações marcam uma determinada comunidade de pessoas, como a morte dos Mamonas Assassinas que marcou mais aqueles que curtiam suas músicas, geográficas, como os ataques terroristas na França, na feira de Natal da Alemanha, ou na maratona de Boston ou ainda específico para grupos religiosos como o atentado ao Papa João Paulo II que foi baleado em maio de 1981 – o que ainda está na memória de muitos católicos ao redor do mundo.

E cada pessoa também tem suas memórias marcantes, como o primeiro beijo ou a morte de uma pessoa querida…

Quais são as suas recordações mais marcantes? Conte pra gente nos comentários abaixo.

Deixar um comentário

O e-mail será mantido em sigilo e não será mostrado