O Papai Noel

Comentários0

Só faltam 10 dias até o Natal e para continuar com o nosso clima natalino aqui no Blog, vamos analisar hoje uma tradição que não pode faltar em nenhum Natal: a vinda do Papai Noel (ou Pai Natal, se você mora em Portugal).

Antigamente, o Natal era uma festividade mais religiosa, no entanto, com o passar dos tempos, a família começou a ocupar o papel principal desta data tão celebrada em tantas partes do mundo. E no Natal não pode faltar a figura do Papai Noel. De fato, ele contribuiu largamente para que a tradição natalina se espalhasse pelos quatro cantos do mundo e pode ser encontrado até em países não cristãos, como a Tailândia, o Japão e até mesmo em países muçulmanos.

Mas o Papai Noel recebe também nomes e costumes levemente diferentes em outros países. Vamos conhecer algumas tradições?

Na Rússia, as diferenças já começam com o próprio dia do Natal, lá não se comemora no dia 25 de dezembro e, sim, no dia 7 de janeiro. E o por quê disto é muito simples. Em 1582 o Papa Gregório XIII decidiu corrigir as diferenças que foram se acumulando com o passar dos anos no ano civil, em relação ao ano solar, e que influenciava diretamente na data para a celebração da Páscoa. Assim, pulou do dia 4 de outubro de 1582 para o dia 15 de outubro! Porém, nem todo mundo concordou com as mudanças do Papa e países não católicos,  como a Rússia, por exemplo, resolveram continuar seguindo o calendário juliano., que vigorava até então. Embora a Rússia atual também siga o mesmo calendário que nós no Brasil, ou em Portugal, a Igreja Ortodoxa viu por bem continuar seguindo calendário antigo e é por isso que só celebram o Natal 13 dias depois. E outra curiosidade é que quem traz os presentes não é o Papai Noel, mas, sim, o Ded Moroz (algo como Vovô Gelo) juntamente com a  sua neta Snegoroushka (Menina da Neve).

Na Holanda, a tradição de Natal é bastante folclórica. A cada ano, no dia 5 de dezembro (um dia antes do dia de São Nicolau), o Sinterklaas (São Nicolau, o Papai Noel) chega aos Países Baixos em um barco a vapor, vindo da Espanha (!) juntamente com o seu ajudante Zwarte Piet (algo como o Pedro Negro). O Sinterklaas leva presentes às crianças que se comportaram bem e o seu ajudante entrega doces. As crianças que se comportam mal correm o risco de serem levadas em um saco pelo Zwarte Piet.

A Dinamarca e a Finlândia brigam para ver onde é a residência oficial do bom velhinho. A Dinamarca seria o lar do Papai Noel na tradição americana, que coloca a casa no Pólo Norte. Na Groenândia (que pertence à Dinamarca) há inclusive uma enorme caixa de correio para receber as milhares de cartilhas que lá chegam, todos os anos. A tradição britância, por outro lado, coloca a residência do Papai Noel na Lapônia. Lá, mais precisamente na cidade de Rovaniemi, encontra-se o escritório do Papai Noel, bem como um parque conhecido como “Santa Park”. Aliás, quem quiser escrever a sua cartinha para o Papai Noel pode fazê-lo através do endereço: Papai Noel, código Postal Fin-96930, Arctic Circle, Rovaniemi, Finlândia.

Na Alemanha e Áustria, quem também traz presentes é o Christkind (Menino Jesus) e já na Véspera de Natal, no dia 24 de dezembro. A tradição se originou com Martinho Lutero que não queria perpetuar a tradição católica dos seus santos e queria acabar com a tradição de São Nicolau. Ele então decidiu que quem iria trazer os presentes seria o Menino Jesus e graças à sua enorme influência a moda “pegou”. Os católicos continuaram firmes com a tradição de São Nicolau até o ano de 1900, mas depois disso, as duas tradições se misturaram e hoje as crianças alemãs e austríacas esperam presentes do Nikolaus ou do Christkind.

Na Espanha, quem também traz os presentes para a garotada são os Três Reis Magos. No dia 5 de janeiro acontece no país a Cabalgata de Reyes (Desfile dos Reis), em que são distribuídos doces e bolas para as crianças que observam o desfile das calçadas. É uma noite alegre e muito colorida, que não pode se esticar muito. Espera-se das crianças que vão para a cama cedo, para no dia seguinte – 6 de janeiro – irem logo abrir os presentes que os Três Reis Magos deixaram durante a noite.

Finalmente, na Itália, uma outra personagem costuma trazer presentes para as crianças: La Befana. Esta é uma bruxa que voa em sua vassoura e deixa pequenos presentes nas meias, preparadas pelas crianças para recebê-la. Ela também entra pela chaminé, mas usa a sua vassoura para varrer a sujeira que faz ao descer da mesma. Para as crianças que não se comportaram bem ela tem um castigo especial: em vez de doces e presentes, as crianças encontram apenas carvão.

E você já recebeu presentes de Natal destes papais noéis diferentes mencionados acima? Você também conhece algum outro Papai Noel diferente? Conte pra gente!

Ah! A cartinha com o seu pedido de Natal, você pode mandar pra gente! Estamos com uma promoção incrível, que você não pode perder.

Papai Noel, nos dias atuais. Fonte: Wikipedia.org, Bailiwick Studios
Papai Noel, nos dias atuais. Fonte: Wikipedia.org, Bailiwick Studios

Deixar um comentário

O e-mail será mantido em sigilo e não será mostrado