Corfu e eu

Comentários2

No  início de 2015, MyHeritage aceitou o desafio proposto por Yvette Manessis Corporon, autora e produtora vencedora de um Emmy, a ajudar na pesquisa do “Segredo de Ereikoussa“, uma ilha pequenininha na Grécia. E fomos muito bem-sucedidos na nossa missão. Mas quando tudo encaminhava para um final feliz, e muito emocionante, chegamos à conclusão, que aquele não era o fim. Afinal aquela história era só a ponta do iceberg. E havia ainda uma história importante a ser contada – a da comunidade judaica de Corfu. Decidimos, então, continuar a nossa saga, a de tentar mapear toda a história familiar desta pequena comunidade, que foi praticamente exterminada com os eventos da Segunda Guerra. Afinal, pensamos nós, se não o fizermos, provavelmente ninguém mais o fará e toda a história desta comunidade estará perdida para sempre.

Assim, durante esta jornada genealógica, deparamo-nos com muitas histórias emocionantes. E a árvore genealógica que começamos a construir e que se iniciou com meia dúzia de nomes (nem mesmo sobrenomes!), já se encontra com milhares de nomes!

A nossa busca nos levou a uma ligação inesperada: a família judia que foi salva em Ereikoussa, graças à coragem da população da ilha, e os avós oriundos de Corfu do jornalista israelense Amir Ziv. Amir até sabia alguma coisa sobre o seu passado grego, no entanto, ele nunca se interessou de fato em saber mais sobre o seu passado.

Na verdade, eu nunca pensei que fosse revisitar estas memórias…

No entanto, no início deste ano, a equipe de pesquisadores do MyHeritage procurou Amir, e ele ficou sabendo da ligação entre a sua família e a orfã Rosa, que havia sido escondida e assim salva, em Ereikoussa, há setenta anos.

Nós mostramos para o Amir, uma foto de seus avós, David e Rosa Belleli, com três de seus filhos: Sarah, Tikva e Chaim. A foto foi um verdadeiro achado para o jornalista. Ele jamais tinha visto uma foto de seus avós, ainda jovens. A foto tinha também muito valor emocional, ela havia sido tirada pouco antes da mudança da família da Grécia para Israel, pouco antes da Segunda Guerra – numa mudança que possivelmente salvou a família da morte.

Esta foto acabou inspirando Amir a escrever um artigo emocionante, num lindo relato (em inglês) sobre a sua origem grega e memórias de infância, publicado no Ynetnews. A leitura vale muito a pena!

Posteriormente, MyHeritage também foi tema de uma reportagem na tevê israelita, mostrando novamente os esforços empreendidos pela empresa, para preservar a história da comunidade judaica de Corfu (em hebraico, com legendas em inglês).

Ainda mais histórias estão sendo descobertas, nesta incrível jornada genealógica, e nós teremos o prazer de contá-las aqui, para vocês leitores do blog. Fiquem ligados!

Deixar um comentário

O e-mail será mantido em sigilo e não será mostrado

  • MARCOSSEABRA


    outubro 18, 2016

    procuro por Natalia Ana Ferreira lavado

  • MARCOSSEABRA


    outubro 18, 2016

    Eu e Waldelice gostariamos de localizar, Natalia Ana Ferreira Lavado.