História de família: um casal de imigrantes, 13 filhos, 102 netos e 320 bisnetos!

Comentários7

Recebemos recentemente uma história muito bonita na nossa página do Facebook, que fazemos questão de compartilhar com vocês. É a história do Ulisses que, graças ao MyHeritage, conseguiu realizar um encontro de família inesquecível, após ter feito ampla pesquisa e encontrado a bela herança que seus bisavós deixaram: 13 filhos, 102 netos e 320 bisnetos! Ulisses é usuário de MyHeritage há dois anos, é casado, tem duas filhas e é natural de São Paulo. E acima de tudo, Ulisses conseguiu unificar a sua família de uma forma incrível. Confiram abaixo como foi todo o processo que culminou com uma festa familiar no mês passado, em Franca, interior de São Paulo.

Obrigada Ulisses pelo depoimento!

“Começei a usar o MyHeritage no inicio de 2014 sem muitas pretensões. Por parte de pai, sabia apenas que meu bisavô, Federico Battistuzzo, era Italiano e teve 13 filhos. Na minha infância tive contato com apenas cinco tios-avós. Outros dois eu conhecia apenas de nome e restante eu não sabia nada.

Meu pai já era falecido e eu sabia que ia ser difícil avançar em uma arvore genealógica. A situação começou a mudar quando o site começou a apontar algumas coincidências. Os “Smart Matches” mostravam que um primo chamado Cássio Baptistussi também tinha uma árvore e nela havia o nome dos 13 filhos do meu bisavô. Eram 4 homens e 9 mulheres e havia o sobrenome dos maridos, isso permitiu avançar bastante, pois no caso das mulheres a família passou a levar o sobrenome dos cônjuges.

Comecei a buscar descendentes, pelo MyHeritage e pelas redes sociais. Encontrava um provável parente, me apresentava, dizia que nossos avós eram irmãos, nossos pais eram primos e assim por diante. Uma grande conquista foi quando consegui saber o exato numero de netos que meus bisavós tiveram: 102.

Nesse dia, montei uma tabela e publiquei no meu perfil do Facebook. A partir daí a coisa tomou uma proporção grande pois aquele post foi muito compartilhado.

Meses depois criei um grupo fechado dos descendentes no Facebook. Montei 13 álbuns de fotos, um para cada ramificação da família e quando já tinha material suficiente, coloquei o grupo no ar.  Os parentes começaram a postar fotos antigas, comentar, compartilhar e adicionar pessoas. Minha missão era saber o número total de bisnetos. Sempre que obtinha informação pela rede social, atualizava na árvore, pois apesar do perfil MyHeritage ter mais de 200 membros, apenas uma minoria editava a árvore.

Em agosto de 2015 fui para Franca conhecer alguns primos, inclusive a prima mais velha: Adelina Lambert, com 102 anos, lúcida e ativa! Era para ser algo simples e pequeno mas compareceram quase 100 pessoas. O interesse da família em se conhecer fez a gente começar a pensar em uma festa. Um grande encontro em que pudéssemos reunir toda a família.

Um primo meu, já aposentado, se dispôs a abraçar a coordenação geral desse encontro. Criamos um grupo com um coordenador para cada família.  Era outubro de 2015. Fizemos várias reuniões em cidades diferentes. Criamos uma logomarca da família e marcamos a festa para abril desse ano, data da chegada dos meus bisavôs no Brasil.

No dia da festa, a família já estava toda identificada. 13 filhos, 102 netos e 320 bisnetos. Foi montado um mural com a árvore genealógica das 13 ramificações em formato de tabela, com fotos de todos, até dos 320 bisnetos.

Nossa logomarca foi usada em crachás, nos convites e camisetas. Fizemos também canecas e pratos. Distribuimos um livreto com a história da família, e exibimos 2 vídeos inéditos, um deles contava a história da família desde a imigração até a chegada dos netos.

O encontro, realizado em uma fazenda foi no dia 23/04/2016 e durou o dia todo. Foi escolhida a região de Franca/SP por ser o local que concentra o maior número de descendentes. Infelizmente, Adelina lambert, a prima mais velha, de 102 anos não pôde comparecer pois faleceu em dezembro de 2015. Sua irmã Oliria, de 93 anos estava lá, e era a parente mais velha presente. A pessoa mais longe veio do Canadá para a festa.

O MyHeritage me ajudou a identificar parentes da família da minha mãe também. No caso dela consegui localizar até meus pentavós. O campo de pesquisa foi muito importante para isso. Como eu possuo um pacote Premium, acabo pesquisando bastante. O que mais me agrada no site é o recurso que aponta as coincidências e nos permite identificar mais parentes.

Minha árvore possui atualmente 2478 nomes. O maior desafio agora é encontrar descendentes de Maria Battistuzzo, irmã do meu bisavô Federico. Eles vieram da Itália juntos, ela com 10 e ele com 16 anos. Ninguém sabe nada sobre ela. Tenho apenas e nome e nada mais.”

Deixar um comentário

O e-mail será mantido em sigilo e não será mostrado

  • Maria Lucia Scanavez Moraes


    maio 31, 2016

    Estive presente na Primeira festa da Família Batistuzzo. Foi uma emoção muito grande. Do meu ramo familiar 65 pessoas comparecem.
    Fiquei honrada em fazer parte da equipe de organização.
    Sou membro ativo da Arvore Genealogia da nossa família no site http://www.myheritage.com.br.
    agradeço ao primo Jorge Ulisses pela iniciativa, dedicação,capricho, tempo que ele dedicou pela busca incansável de fotos e dados de nossos antepassados.

  • Luci Batistuci


    junho 1, 2016

    Dia magnifico, indescritível sentimentos misturados, muita emoção tudo organizado com muito trabalho,dedicação e carinho!! Foi lindo demais!!
    Só quem esteve conosco sabe dizer a emoção que vivemos!!
    Muito amor envolvido!!!

  • Cássio Alberto Santos Baptistussi


    junho 1, 2016

    O trabalho foi iniciado em 1992 com a intenção de obtenção da cidadania italiana. Comecei a editar a árvore genealógica primeiramente no site http://www.meusparentes.com.br, que depois migrou os dados para o http://www.myheritage.com. Interrompi as buscas depois de receber da Itália uma carta, via Vice-Consulado em Ribeirão Preto-SP, informando que o livro de registros de nascimentos do ano que meu bisavô nasceu tinha sido destruído na Primeira Guerra Mundial. Mas a informação estava errada. Ele havia sido batizado em outro local, que posteriormente foi localizado. Obrigado Myheritage pelos SmartMatches e obrigado Ulisses pelo grande trabalho.

  • Mônica Pelisson Marques


    junho 1, 2016

    Emocionante essa busca que agregou tantas pessoas.
    Muito obrigada a todos que enriqueceram e continuam
    Enriquecendo minha vida.

  • Luis Antonio Stort


    junho 1, 2016

    FANTÁSTICO, INCRÍVEL, INIMAGINÁVEL…..PARABÉNS ULISSES! Estive lá. Francano que sou e neto de Palmira Batistucci. Estou com alegria nos impressos de nossa arvore!

  • Nelci Theobaldo Ferreira


    junho 4, 2016

    Ulisses tenho muito que agradecer, porque foi realmente um encontro maravilhoso, onde revi parentes que a muito não via, vamos aguardar o próximo. PARABÉNS.

  • Kinhajp


    junho 20, 2016

    Linda história!Parabéns à toda família e desejos de que consigam completar a nova tarefa!