31    jul 20142 Comentários

O pai por trás do Dia dos Pais

O Dia dos Pais no Brasil está chegando e será celebrado no final da semana que vem. Este é um dia especial, quando aproveitamos para fazer uma homenagem aos nossos pais e avôs e de celebrar os nossos laços paternos.

Mas desde quando existe este dia? Qual é a origem do Dia dos Pais? A história começou nos Estados Unidos com Sonora Smart Dodd, natural de Spokane, Washington. Ela achava que seria justo ter um dia para homenagear os pais, da mesma forma que o Dia das Mães - já existente na época. Principalmente, ela queria homenagear seu próprio pai - William Smart - um veterano da Guerra Civil Americana. William criou seus filhos sozinho, sem uma presença materna, numa fazenda no estado de Washington.

Sonora descrevia seu pai como "pãe" "um pai e uma mãe para cada um de nós por 21 anos a fio". Ele teve cinco filhos com sua primeira esposa, que faleceu; seis com a sua segunda esposa, que também faleceu e ainda criou três enteados, trazidos pela sua segunda esposa, de um antigo casamento. Um verdadeiro homem de família!

Aqui você pode ver a família completa: Site da família Smart.

Ao longo dos anos, William cuidou da sua casa e de sua família com ou sem ajuda de uma esposa. No registro seguinte, do ano de 1880, podemos ver que William, com 37 anos, morava com a sua segunda esposa - Ellen Victoria. Havia nesta altura 12 pessoas na família: William, Ellen Victoria e cinco filhos do primeiro casamento dele (Mary, Martha, William, Susan e Annie) e três filhos do primeiro casamento de Ellen (John, James e Liuary). A irmã de William, Marthy também estava morando com a família, juntamente com sua filha Dora.

Censo americano de 1880, em que podemos ver a família Smart. Na altura, William era o chefe desta família de 9 filhos (Imagem: SuperSearch - www.myheritage.com.br/research)

Sonora nasceu dois anos após este censo, em 1882, e foi a única filha de William e Ellen Victoria. Quando a mãe faleceu, em 1898, William continuou cuidando da extensa prole, sozinho.

Em 1909, Sonora sugeriu ao Ministério Eclesiástico de Spokane que fosse criado o "Dia de Honrar os Pais". Ela gostaria que o dia fosse celebrado em 5 de junho - o dia do aniversário do seu pai. No entanto, não havia tempo suficiente para que o clero preparasse seus sermões.  Assim sendo, em 1910, foi comemorado o primeiro Dia dos Pais da história no terceiro domingo de junho. No dia 19 de julho de 1910, o governador de Washington criou oficialmente o Dia dos Pais, em todo o território nacional americano.

Porém, a iniciativa não teve um grande sucesso inicial. Na década de 30, Sonora Smart Dodd pediu ajuda dos varejistas para impulsionar o evento, convencendo-os de que poderiam vender mais presentes para os pais como cachimbos, gravatas, livros, entre outros.

Com isso, os americanos viam na data uma tentativa da indústria de faturar mais, como já acontecia com o Dia das Mães. O grande público não comprou a ideia de Sonora e algumas décadas se passaram até que ela e os grupos que a apoiaram conseguiram fazer da data uma justa homenagem aos pais.

Em 1972 o presidente Nixon sancionou o Dia dos Pais como um feriado nacional, em honra aos progenitores.

O feriado americano acabou se espalhando pelo mundo e em muitos países ele também é celebrado em junho. Já no Brasil, o primeiro Dia dos Pais, foi celebrado em 14 de agosto de 1953, no dia de São Joaquim. Já Portugal, optou pelo dia 19 de março, o dia de São José.

Comentários (2) Trackbacks (0)
  1. Adorei saber de como se iniciou a comemoração para o dia dos pais. Uma história muito interessante e merecida.
    Obrigada
  2. Muito interessante!
    Deve ser divulgado.

Deixe um comentário

Enviar

Deixe um comentário
Insire um nome
Por favor introduza um endereço de email

Sem trackbacks

Sobre nós  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2014 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados