1    out 20130 Comentário

Dia Internacional do Idoso

Uma das maiores certezas da minha vida é de que eu sou, hoje, aquilo que sou, graças à minha família. A família é a primeira referência nas nossas vidas, é ela que nos dá os primeiros exemplos, os primeiros modelos e as primeiras certezas do que é certo e o que é errado.

E, pelo menos na minha família, os grandes modelos da minha vida, já estão entrando na terceira idade. Para mim esta constatação me dá um misto de sensações. Por um lado aquela alegria de ver meus pais sendo avós para as minhas filhas. Agora, que já perdi os meus próprios avós, me alegra ver minhas filhas aproveitando os quatro avós que têm. Também me alegra ver nos rostinhos das minhas filhas a continuação dos antepassados que já se foram. A minha filha caçula tem o nariz da minha mãe, a mais velha o cabelo da minha avó paterna (e numa destas coincidências da vida, esta mesma filha recebeu o nome da avó, em sua homenagem).

Porém, também tenho medo do dia em que também eles não estarão mais por aqui. Os avós das minhas meninas. Os meus pais.

Por isso tento passar para as minhas filhas a importância da família, dos mais velhos, do respeito por aqueles que têm muito mais experiência do que nós, que já viveram muito do que estamos vivendo e por aqueles que têm um ínteresse altruísta por nós.

Nada mais justo que tenha sido escolhido um dia para honrar os idosos. Desde 2006, com a criação do estatuto do idoso, esta data é comemorada, com o intuito de de valorizar os mais velhos, que são mais numerosos a cada dia que se passa.

Segundo a Wikipédia o número de pessoas idosas, ou seja, com mais de 65 anos, está crescendo bastante ultimamente. A maioria desse incremento acontece nos países desenvolvidos. Nos Estados Unidos, a percentagem de pessoas de 65 anos ou mais aumentou de 4% em 1900 para cerca de 13% em 1998. Em 1990 somente cerca de 3 milhões de cidadãos atingiram 65 anos. Em 1998, o número de idosos aumentou para cerca de 34 milhões. No Brasil, de acordo com a OMS, a expectativa de vida é de 68 anos para os homens e 75 anos para as mulheres.

E você, quantos idosos tem na sua árvore genealógica? O que faz para reconhecer o valor destas pessoas na sua vida? Esperamos pelo seu comentário!

Comentários (0) Trackbacks (0)

Sem comentários


Deixe um comentário

Enviar

Deixe um comentário
Insire um nome
Por favor introduza um endereço de email

Sem trackbacks

Sobre nós  |  Entre em contato conosco  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2014 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados