12    mar 20133 Comentários

Ajuda é bom e eu gosto

Não sei quanto a você, mas o meu site em MyHeritage está cheio de gente. E gente bonita.

Mas confesso uma coisa, eu fiquei um bom tempo desde 2008 montando a minha árvore quase que sozinho. Um trabalho que foi muito desgastante.

Minha árvore só começou a render, quando eu me rendi a pedir ajuda aos outros parentes e passei a usar o convite de forma quase que indiscriminada.

Ponderei varias vezes este assunto: Convidar ou não convidar?

Coloquei os prós e os contras e percebi que precisava de ajuda, eu tinha na época 300 perfis em minha árvore e a maioria dos perfis continham apenas os nomes e eu não enxergava mais a possibilidade de derrubar as paredes que iam aparecendo. Eu tinha aproximadamente 30 membros convidados.

Fiz os primeiros convites, entraram os primeiros parentes e a sensação que eu tinha na época era de total "descontrole". Todos os dias eu lia a página inicial para saber o que tinha sido modificado, por quem tinha sido modificado e principalmente se tinha sido corretamente modificado. Era uma loucura e me pareceu que o trabalho ampliou.

Ampliou mesmo, centenas de novos perfis, fotos e informações novas que eu desconhecia totalmente. Cheguei a 1200 perfis e o site atingiu a primeira centena de convidados.

Mudei meu modo de gerenciar. Deixei um pouco mais livre e a árvore caminhava a mil maravilhas. Foi por ai que convidei um parente bem próximo para também gerenciar a árvore, dei-lhe a função de Administrador Ajudante.

Resultado: 2300 perfis em menos de um ano, dezenas de documentos, nomes novos, fotos novas e ramos que eu nem imaginava que poderiam existir. Centenas de novos sobrenomes/apelidos, comentários das mais diversas pessoas na página inicial, encontros familiares sendo marcados. Agitação total.

250 membros convidados e mais gente para adicionar como colaboradores.

O site mudou de figura, passou de uma gerencia única para uma gerencia participativa e eu fiquei apenas como um conselheiro e ajudante dos demais membros ativos da árvore.

Meu site ganhou vida. Todos os dias vejo ele sendo visitado por diversas pessoas que participam enviando mensagens de congratulações, comentando fotos e incluindo novos dados.

Não vou dizer para você que foi fácil tomar a decisão de deixar o meu site, a minha árvore, na mão dos outros, mas confesso sem dúvidas ou medo de errar: Convidar pessoas para o meu site e dar-lhes liberdade, foi a melhor atitude que eu tomei.

E você? Tem restrições quanto a convidar seus parentes para participar? Deixa que eles tenham liberdade para montarem as suas árvores?

Será que, em alguns casos, sermos muitos rígidos e criarmos limitações não estaria também limitando o crescimento de nossa genealogia?

Eu tenho certeza que tenho muito trabalho pela frente pois tenho que arrumar alguns "defeitos" na árvore, mas, este é o meu trabalho... Gerenciar e encontrar soluções.

Deixe-nos saber qual é a sua experiência em dar liberdade aos Membros Convidados.

Comentários (3) Trackbacks (0)
  1. Eu tenho achado um complicador o fato de que qualquer membro pode inclusive alterar dados já inseridos, excluir perfis etc... Penso que isso é muito perigoso. Que solução poderia ser usada para dirimir esse risco?
    Obrigado
  2. Olá Thiago,

    Passando o mouse sobre o seu nome no canto superior direito existem as funções de configuração, explore estas funções, pode-se inclusive limitar o acesso dos Membros a modificações de sua árvore.
  3. Walter,

    Eu não consegui executar o comando que exemplificou. Podes apresentar o caminho?

    Outra questão: Imagine que inicio duas árvores (ou mais) sem ligação entre si. Num dado momento, percebo que as árvores têm ligação. Como proceder? Nesse caso, como proceder? Obrigado.

Deixe um comentário

Enviar

Deixe um comentário
Insire um nome
Por favor introduza um endereço de email

Sem trackbacks

Sobre nós  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2014 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados