2    jul 20125 Comentários

Esta faltando dados

A alguns dias atrás, postamos um blog sobre a necessidade de se documentar corretamente a sua árvore.

Voltamos ao assunto diante das últimas divulgações do Censo de 2010 no Brasil, um volume de informação de cultura e hábitos muito comuns aos brasileiros.

Infelizmente não conseguimos achar dados iguais para os portugueses.

Esta última remessa de dados, diz respeito a religiosidade do brasileiro, suas religiões e a sua Fé.

Mas porque colocar este tipo de informação em nossa genealogia?

"No que isto vai mudar a minha vida?" foi um comentário de um usuário nosso.

Talvez em quase nada, mas o assunto nos trás a tona a soma de todas as informações que colocamos em nossa árvore, desde a mais insignificante até as mais valorizadas e o quanto elas serão importantes no futuro.

Lendo uma genealogia do século XIX, em um testamento, fiquei impressionado com a descrição dos objetos deixados pelo Senhor de Engenho, então sem herdeiros, para os escravos de sua posse.

Além da Carta de Alforria, a botina marrom com reforço na biqueira, ia para seu criado Sebastião, a camisa de linho com o punho recosturado seria do seu criado Antônio Bento e demais objetos pessoais estavam detalhadamente descritos em sua última vontade. Jurada e sacramentada, dando fé de sua vontade em leito de morte.

Lendo o documento, pode-se conhecer o tipo de pessoa que tenha sido este Senhor de Engenho que em seus últimos dias de vida, demonstrou o reconhecimento para aqueles que em vida tinham trabalhado para ele.

Este tipo de documento é bem raro hoje em dia. De nós irão saber, o CPF, RG e número do Cartão de Crédito. Todas as outras informações estão sendo menosprezadas por nós.

Em MyHeritage, o perfil genealógico de todos nós, é bem completo, com todas as informações necessárias para se conhecer a pessoa, mas, muito pouca gente vai deixar estas pistas para a posteridade.

Uma reclamação constante é o Smart Matches que MyHeritage oferece aos seus usuários. Na comparação de perfis de uma árvore com a outra, é muito comum a dúvida do Webmaster quando o perfil da outra árvore apresenta somente o nome, mais nada. Nenhum outro dado pode ser comparado para se chegar aos índices de 80, 90 ou 100% desejáveis para se confirmar o parentesco.

Como anda a sua coleta de dados?

O IBGE, divulgou os dados sobre a religião dos brasileiros, em 1970 havia 91,8% de brasileiros católicos, em 2010 essa fatia passou para 64,6%, quem mais cresce são os evangélicos, que, nesses quarenta anos saltaram de 5,2% da população para 22,2%, Nos últimos 10 anos, manteve-se estável a proporção de cristãos. Isso indica tanto uma migração de católicos para as correntes evangélicas e para outras religiões. O segmento dos sem religião também cresceu percentualmente, e chegou a 8% da população em 2010. A explicação da migração de religiões sem perder o vínculo com o Cristianismo esta relacionado ao histórico relacionamento familiar. A preservação da família é um dos motivos que mantêm o povo na tradição religiosa e espiritual apesar dos avanços da sociedade e da oferta de novas opções.

Você conhece as religiões dos membros de seu site? É tão simples saber e preencher os dados na ficha de todos. Uma dica: Tem foto de casamento, batizado ou primeira comunhão? Dá para descobrir a religião.

Para colocar os dados na ficha de seu parente é bem simples. Clique na caixinha azul ou rosa da árvore (se a sua árvore for editável online), e na lateral esquerda clique em VISUALIZAR PERFIL, ( que esta logo ao lado da foto de seu parente), quando abrir a próxima página, clique em EDITAR PERFIL e vá preenchendo os campos que você souber, o campo religião esta em INFORMAÇÃO PESSOAL (veja figura abaixo).

Se você estiver usando o Family Tree Builder, basta clicar em EDITAR e depois em EDITAR DETALHES DE... que todas as informações estarão nas abas.

CLIQUE PARA AMPLIAR

Porque preencher estes dados? Para melhorar a eficiência do Smart Matches e do SuperSearch e para ninguém ter que ler no futuro, em algum documento, as características pessoais de seu parente e levar susto em saber que ele tinha uma bota marrom com biqueira.

Informação é tudo em Genealogia.

Comentários (5) Trackbacks (0)
  1. Por questões de praticidade, limitei as informações de minha árvore. Talvez acrescente mais informações aos membros de ascendência direta, mas para os demais parentes, acrescento apenas as datas de nascimento, casamento e falecimento, além de seus respectivos locais, além de nome completo (casada e solteira, no caso das mulheres). Acho que são informações mais que suficientes.

    Se apenas essas 7 informações já afastam a boa vontade da maioria de ajudar, imagine se eu pedir religião, escolaridade, profissão etc... Aí é que ninguém vai me ajudar mesmo!
  2. Olá João Vitor:
    Realmente a colaboração as vezes é uma PAREDE EXTRA na nossa pesquisa, não desamine, acontece com todos. Minha experiencia pessoal me leva a crer que em um determinado momento, aqueles que antes não ajudavam, passam a ajudar quando conseguem enxergar o seu trabalho. Comece com pesquisas simples juntos aos membros mais próximos, eles poderão te levar a outras descobertas. Leia nosso blog algumas matérias de como "quebrar" tijolos fazendo entrevistas com estes parentes. Eu obtive bons resultados. Siga o endereço:
    http://blog.myheritage.com.br/formulario-para-pesquisa-1/
    http://blog.myheritage.com.br/dicas1/
  3. eu gostei dessa materia porque sobre falta de documentos para poder procurar arquivos genealogicos, porque eu estou nesse impasse tem alguns dados mas esta faltando outros para poder cruzar as informações via internet software que fazem este trabalho
  4. Interessante a ideia. Eu gostaria de deixar o máximo possível de informações, mas praticamente sou sozinho nessa busca e já são mais de 1000 perfis na minha árvore. Algumas pessoas contribuem por meios fora do sistema, e eu atualizo tudo que recebo. Mas já tenho bastante pesquisa a ser feita sobre gerações, então acho crítico querer buscar um nível de detalhes muito grande agora, já que muitos membros nem suas datas e locais não preencheram ainda.
    Uma sugestão: seria interessante nas estatísticas poder ter algumas por essas informações, como um gráfico por religiões, ocupação, etc. Até mesmo quem sabe poder criar campos personalizados na nossa árvore, como times de futebol e depois ver as estatísticas. Coisas assim podem atrair interesse dos que não vêem muito valor no trabalho que fazemos.
  5. Olá, Walter!
    Obrigado pelo apoio, pelas dicas e pelos links. Darei uma olhada sim, pode ter certeza!

Deixe um comentário

Enviar

Deixe um comentário
Insire um nome
Por favor introduza um endereço de email

Sem trackbacks

Sobre nós  |  Entre em contato conosco  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2014 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados