19    abr 20121 Comentário

Anacê auá

Hoje, é o dia do índio.

Mas eles já tiveram, segundo o poeta, todos os dias de índio.

O Brasil já foi deles, cada árvore, cada ararinha azul, cada mico leão dourado, cada tartaruga. Tudo era deles.

Tinham cultura, tinham regras sociais, tinham governo e conhecimento. Tinham uma elaborada linguagem, aliás, muitas linguagens. Eram em muitos casos, poliglotas.

Tinham religião, lendas e devoções. Nunca foram ateus. Tinham um Deus (Tupã) e um diabo ( Abaçaí).

Reverenciavam seus mortos e acreditavam que todos os índios iam para um Paraíso na floresta.

Conviviam em paz com a natureza, tiravam dela seu sustento e cuidavam das florestas como ninguém fez.

No principio eles eram chamados de selvagens e chamavam os descobridores de invasores.

Mas a selvageria deles era igual a dos vikings, dos celtas, dos tuaregues, que também eram selvagens por não dependerem de ninguém.

Não sabiam navegar pelos mares, mas conheciam cada peixe de seus rios. Não pescavam com rede, mas pescavam apenas o que iriam comer naquele dia.

Se os pais de uma criança morriam, a aldeia adotava para si. Se uma criança morria, toda a aldeia chorava a perda.

Não usavam roupa, andavam nus. Era um escândalo, mas não para eles.

Alguns nem entendiam porque seus corpos derrepente foram cobertos de feridas (Sífilis) e nem entendiam porque começavam a tossir, tossir até morrerem (gripe), não entendiam também porque suas mulheres eram profanadas e largadas carregando filho na barriga sem que o pai nem olhasse para elas depois. Um índio, no mínimo, traria um peixe a mais e colocaria na porta da cabana da índia grávida junto com outras caças.

Os índios eram selvagens, lutavam entre si, matavam outros índios de outras tribos, mas, os visitantes faziam isso com muito mais requinte e selvageria. Os visitantes, usavam pólvora, usavam canhões, matavam os prisioneiros, matavam mulheres e crianças, destruíam cidades e penduravam as pessoas em cordas, pregavam em troncos e cruzes. Em nome da cruz é que a nação pereceu.

Eram milhares, hoje... poucos.

Procurei hoje um comentário que li ultimamente e não achei o autor, mas não vou deixar de citá-lo, basta você saber que não é meu:

"Em um momento da recente História do Brasil, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o Brasil tinha um débito com os negros escravos, ele errou, o débito do brasileiro é com os Índios".

Segundo a Lei Brasileira, um índio é um "incapaz", mas eu pessoalmente acho que nós é que fomos incapazes de compreender a grande nação que vivia aqui antes de nós.

A grande maioria dos brasileiros de hoje trás igualmente em sua herança genética genes africanos, europeus e indígenas.

Anacê auá quer dizer em Tupi-Guarani: Parente Índio.

Comentários (1) Trackbacks (0)
  1. Lindo artigo!! Não haveria homenagem melhor, para reconhecermos nosa dívida com eles.

Deixe um comentário

Enviar

Deixe um comentário
Insire um nome
Por favor introduza um endereço de email

Sem trackbacks

Sobre nós  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2014 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados