9    mar 20124 Comentários

O País da Felicidade.

"A felicidade é um estado durável de plenitude, satisfação e equilíbrio físico e psíquico, em que o sofrimento e a inquietude estão ausentes".

Mesmo tendo uma vida atarefada, com pouco tempo disponível para muitas das atividades que eu gostaria de ter, eu tenho que concordar com a mais recente pesquisa realizada pelo Instituto Gallup World Poll.

Nós somos felizes.

Ontem, nós fomos surpreendidos pela notícia de que pela quarta vez consecutiva o Brasil é o país com as pessoas mais felizes do mundo pelo índice futuro. Boa notícia.

Amplamente divulgado este comunicado da Fundação Getúlio Vargas (PDF) e a pesquisa em sua totalidade foi feita com cerca de 200 mil pessoas em 158 países, a pesquisa realizada no ano de 2011 prevê a expectativa de Felicidade Futura para os próximos 5 anos.

Depois do Brasil, os "países mais felizes" são, Costa Rica, Colômbia, Qatar, Suíça e Dinamarca.

Segundo ainda a pesquisa, as mulheres são mais felizes que os homens, e as mulheres que tem filhos com menos de 15 anos, mais felizes ainda.

Repare que este índice prevê a expectativa de Felicidade Futura e não exatamente a Felicidade Atual, ou o índice do Butão.

O Índice do Butão esta sendo amplamente divulgado e segundo muitos especialistas é a melhor forma de se medir a Felicidade de um país.

Enquanto a maioria dos países mede o Produto Interno Bruto (PIB), o Butão mede o Felicidade Interna Bruta (FIB) que considera múltiplos fatores de felicidade baseado na qualidade de vida das pessoas. Este índice, diferente dos demais, foi idealizado pelo rei do Butão Jigme Singye Wangchuck, em contrapartida ao PIB dos demais países.

O FIB baseia-se no princípio : " O verdadeiro desenvolvimento de uma sociedade humana surge quando o desenvolvimento espiritual e o desenvolvimento material são simultâneos, assim se complementando e reforçando mutuamente". (Denize Dutra).

Este índice foi baseado na Filosofia Budista e reflete muito bem a real busca da felicidade de cada Ser Humano.

A muito já se tem discutido que os valores (PIB) que, se considerados em uma sociedade pode apresentar resultados diversos em outras, e mais além, se comparados aos índices financeiros e globais. Estes fatores também podem divergir em situações históricas de cada um dos países e são bem mais suscetíveis a mudanças bruscas. Já o FIB, representa a capacidade de encontrar a felicidade pessoal independente de se ter ou não ter capacidade financeira.

São 9 os pilares nos quais os questionamentos que cada um dos entrevistados deve responder para se considerar feliz ou infeliz pelo FIB. São eles: ( segundo o artigo postado em 05/01/2010 no site ElogieAki).

1 - Bem-estar psicológico: Avalie o grau de satisfação e de otimismo que você tem em relação à sua própria vida. Qual a frequência com que você sente emoções positivas? Faça o mesmo com as negativas e compare as duas.

2 - Meio Ambiente: Mede a qualidade da água, do ar e do solo e a biodiversidade. Pense se o lugar que você vive te proporciona esta qualidade e avalie o quanto suas atividades e sua rotina são sustentáveis, ou seja, preservam o nosso maior patrimônio, o nosso planeta e a sua própria vida?

3 - Saúde: Incluem padrões de comportamento arriscados, exposição a condições de risco, status nutricional, práticas saudáveis e condições de higiene. Você tem uma atitude preventiva com a sua saúde?

4 - Educação: Além do acesso a educação formal, até que ponto você está aberto a aprender com as experiências próprias e com as de terceiros? Você lê? Você ouve as pessoas? Você observa o mundo ao seu redor? Você está aberto as ideias diferentes da sua?

5 - Cultura: Num mundo globalizado em que medida você valoriza a sua própria cultura e está aberto a conhecer outras?

6 - Padrão de vida: Seu padrão de vida está ajustado a sua renda pessoal ou de sua família? O quanto você se sente seguro do ponto de vista financeiro? Qual o seu nível de endividamento? Estes aspectos têm contribuído para aumentar seu estresse?

7 - Uso do tempo: Avalia a possibilidade que cada um tem de escolher como aproveitar seus dias. Você equilibra o uso do tempo que você dedica ao trabalho, à família e à cultura, considerados fundamentais para a sensação de bem-estar das pessoas.

8 -  Vitalidade Comunitária: foca nas forças e nas fraquezas dos relacionamentos e das interações nas comunidades. Ele examina a natureza da confiança, da sensação de pertencimento, a vitalidade dos relacionamentos afetivos, a segurança em casa e na comunidade, a prática de doação e de voluntariado.

9 - Boa Governança: No conceito original avalia como a população enxerga o governo; se ele passa a imagem de que respeita características como responsabilidade, honestidade e transparência. No nosso caso aqui, como você governa a sua própria vida, a sua carreira? Será que você está sendo um líder de si mesmo, está sabendo gerir adequadamente seus próprios recursos?
Qual seria o resultado de nosso índice de Felicidade Interna Bruta? Vamos experimentar? responda as perguntas abaixo.


MEIO AMBIENTE


SAÚDE

EDUCAÇÃO





CULTURA
PADRÃO DE VIDA



USO DO TEMPO


VITALIDADE COMUNITÁRIA



GOVERNANÇA




Comentários (4) Trackbacks (0)
  1. DEVEMOS PROCURAR O BEM ESTAR DE TODOS...POIS VIVEMOS NO MESMO PLANETA!!!!
  2. Pedro Peres
  3. partilhe hoje o virús da sobrevivência...O egoísmo.
    Já agora não se esqueça de me pedir o anti-vírus, eu posso enviar por email.
  4. Gostaria de ter o meu resultado.

Deixe um comentário

Enviar

Deixe um comentário
Insire um nome
Por favor introduza um endereço de email

Sem trackbacks

Sobre nós  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2014 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados