22    nov 20111 Comentário

O acervo é muito importante

Temos em nosso site uma das maiores coleções de acervos pessoais e familiares do mundo.

São milhões de fotografias e milhões de documentos pessoais e que agora são eternizados pela digitalização.

Nossos usuários descobriram rapidamente esta capacidade de nosso site MyHeritage em arquivar ou gratuitamente um pequeno, mas razoável volume ou em assinaturas pagas volumes maiores de informação que as famílias produzem diariamente. escaneando fotos e documentos e postando no site.

E vai além da simples postagem. Estas fotos e documentos, usando-se as ferramentas de catalogação do site MyHeritage, estão sendo arquivadas de forma correta e de fácil localização e entendimento, graças a facilidade do programa.

Desde uma escritura publica, até a fotografia do último netinho ou netinha ainda no berçário.

Um show que nossos usuários estão produzindo.

Mas uma vez escaneado e guardado em MyHeritage? Joga-se fora?

Não, arquiva-se de maneira correta.

Fotografias perdem a cor e ficam esbranquiçadas, documentos dobrados podem colar as folhas ou ressecar a dobra e futuramente irão se  rasgar. Tudo isso é um cuidado necessário que deve ser levando em conta por que tem respeito e carinho com documentos antigos e fotos de registro de seu passado.

O Centro de Preservação do Arquivo Público do Estado de São Paulo, publicou recentemente algumas dicas importantes para você que pensa em arquivar adequadamente os documentos arduamente conseguidos em meses ou até anos de pesquisa e que você , e só você, sabe dar valor.

Vamos transcrever aqui as informações contidas no site do Arquivo Público e deixar o link para que você faça sua visita constante e acompanhe o conhecimento dos profissionais que cuidam deste imenso acervo público. Segue as dicas:

– Evite o contato direto da luminosidade com o suporte. Proteja-o com um acondicionamento primário (caixas ou pastas, por exemplo);

– O ideal é climatizar o espaço, controlando algumas variáveis ambientais. A umidade relativa ideal do ar deve ficar entre 50 e 55%, e a temperatura em 20ºC. Na impossibilidade da climatização do acervo, existem maneiras de aplicar medidas alternativas, tais como: ventilação artificial; instalação de ventiladores nos locais de guarda; ou ventilação cruzada (com duas janelas ou uma janela e uma porta, por exemplo) durante um período do dia, que também é eficiente;

– Não manuseie livros ou documentos com as mãos sujas ou com cremes; não coma, beba ou armazene alimentos nas proximidades dos locais de guarda;

– Sempre que possível, armazene livros e documentos em acondicionamentos, como caixas em polipropileno corrugado ou papéis alcalinos. Esta medida impede a poeira ou a luminosidade de entrar em contato direto com o suporte. Evite o empilhamento das obras;

– O ambiente de guarda deve ser limpo constantemente, evitando assim o acúmulo de sujidades. Durante a limpeza, verifique a existência de insetos xilófagos (que se alimentam de papel), como brocas e cupins, e de microorganismos;

– Deixe sempre um espaço entre estantes e parede. A parede pode transmitir umidade aos livros. Armários e estantes devem ser arejados. Estantes fechadas devem ser periodicamente abertas;

– Em estantes de madeira, pense em revestir as prateleiras com vidro. Não use tintas à base de óleo;

– Não use clipes como marcadores de páginas. O processo de oxidação do metal mancha e estraga o papel;

– Na prateleira, os livros devem ficar folgados. Sendo fáceis de serem retirados, duram mais. Quando estão comprimidos nas prateleiras, a sua retirada é feita de maneira incorreta, o que danifica as lombadas e a encadernação. Livros apertados também favorecem o surgimento de insetos xilófagos;

–Ao retirar um livro da prateleira, não o puxe pela parte superior da lombada, pois isso danifica a encadernação. O certo é empurrar os volumes dos dois lados e puxar o volume desejado pelo meio da lombada;

–O melhor posicionamento para um encadernado é vertical. Encadernados de grandes volumes devem ficar em prateleiras que permitam isso. Em último caso deixe-os horizontalmente, tomando-se o cuidado de não sobrepor mais de três volumes;

–Não utilize fitas adesivas ou cola branca (PVA) para evitar a perda de fragmentos de um volume em degradação. Esses materiais possuem alta acidez, provocam manchas irreversíveis onde aplicados, e degradam a fibra do suporte.

Boas as dicas?  Tem mais de onde saíram estas. Visite agora mesmo o ARQUIVO PÚBLICO DO ESTADO DE SÃO PAULO.

Você vai encontrar outras dicas de microfilmagem, digitalização e encadernação de seu acervo. e não se esqueça de arquivar as fotos dos netinhos também, mesmo que estejam brilhando de novas.

Você tem cuidado de seu acervo?

Comentários (1) Trackbacks (0)
  1. Prezado Walter Olivas.
    Destaco a excelente matéria reproduzido no0 texto acima.
    A propósito, temos em fase de estudos um projeto piloto para implantação de curso sobre Genealogia em município do Estado de São Paulo, tendo como público alvo toda a população do município e, em especial, os alunos da rede pública municipal.
    Pela excepcionalidade do projeto, indago sobre a possibilidade de existência de mecanismos e produtos de apoio "MyHeritage" que poderiam ser utilizados direta ou indiretamente no projeto.
    Havendo interesse do MyHeritage poderemos fornecer maiores e melhores elementos de informação sobre o projeto.
    Atenciosamente.

Deixe um comentário

Enviar

Deixe um comentário
Insire um nome
Por favor introduza um endereço de email

Sem trackbacks

Sobre nós  |  Entre em contato conosco  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2014 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados