13    abr 20110 Comentário

O que eu vou ser quando crescer?

Muitos pais não querem esperar seus filhos crescerem e passam horas a imaginar qual será o futuro de seus filhos. Sonhos, desejos e previsões fazem parte do imaginário nas mentes dos pais. Qual será a carreira, qual será a escolha que nossos filhos irão fazer?

Seguirão meus passos? Serão como a mim?

Alguns querem que seus filhos sigam carreiras ilustres, outros desejam apenas que seus filhos se divirtam trabalhando. É um dilema que vem juntamente com o nascimento de cada filho. O que um pai sonha para os filhos não tem limite e nem tempo para acontecer.

As brincadeiras, as vontades, os modos como a criança se comporta já são dicas de "aptidão" na cabeça dos pais. Se a criança desmonta seus brinquedos, será engenheiro? Será inventor? Será mecânico?

Se a menina gosta de fazer algum gesto dançado. Pronto, será bailarina. Será Atriz.

Mas eles ainda estão com tão pouca idade. O que será o futuro. Há 10 anos, quem poderia imaginar que um Chief de Cuisine estivesse entre as profissões mais bem posicionadas na procura e na valorização financeira de hoje em dia?

E no caso do Brasil, quem poderia imaginar que um Pedreiro pudesse estar entre uma das profissões mais procuradas pelos empresários? Muito mais que Médico.

Ninguém pode imaginar o que será daqui alguns anos. Nem nós e nem os adolescentes que optam hoje por suas profissões para daqui a 7 ou 8 anos sabem como será o mundo. É uma dúvida cruel e um erro pode levar a perda de anos de estudo sem ter no futuro uma colocação.

Por este motivo, muitos especialistas fazem hoje uma avaliação de que será o futuro para que "pais" e alunos possam se orientar na escolha de suas carreiras. São previsões baseadas na evolução das descobertas, das novas tecnologias e das tendências da humanidade. São os Idealizadores do Futuro.

Se alguém esta pensando que isto não existe. Vamos lá.

Um estudo feito por uma empresa de consultoria britânica, Fast Future (www.fastfuture.com), pesquisou mais de 20 mil especialistas em 58 países para determinar as profissões que serão inventadas ou que estarão sendo ensinadas nas universidades e nas escolas em 2030 e que terão um mercado de trabalho garantido.

Os especialistas consideraram os fatores da evolução humana e principalmente as descobertas atuais para poderem definir a transformação de uma função hoje existente ou a criação de uma nova função para atender a necessidade de conhecimento no futuro.

Algumas destas profissões parecem "os sonhos ilimitados" de alguns pais, mas refletem a tendência de acontecimentos e fatos atuais que irão gerar outros fatos e novas visões. Convêm salientar que em alguns casos a previsão já é quase uma realidade e que talvez antecipem em 10 ou 20 anos a sua necessidade.

É o caso do Gestor de Nuvens, uma profissão nova e extremamente necessária daqui a alguns anos, não muitos, para permitir que cidades e até países superem a escassez de água no futuro. Será imprescindível para a sobrevivência em algumas partes do planeta.

Na linha oposta da função acima, poderemos encontrar no futuro o Especialista em Inundações e Catástrofes que irá direcionar recursos para superar as dificuldades, ou possíveis dificuldades que possam vir pois já esta comprovado que a ocupação dos solos não obedeceu no passado uma estratégia que preservasse patrimônios, vidas e reservas ambientais.

Inquestionáveis serão as funções médicas no futuro, que ocuparão destaque nos transplantes e na genética do Ser Humano, já é possível hoje se prever que a robótica e a nanotecnologia irão fornecer material amplo para que pessoas possam "trocar" itens deficientes do corpo para a manutenção da vida, e consequentemente devemos ter no futuro o Cirurgião de Aumento de Memória já que a neurociência tem avançado imensamente na leitura e entendimento do cérebro. Designer de Órgãos ocuparão pranchetas juntamente com Engenheiros Biomédicos na solução de problemas de pessoas que irão viver muito mais tempo que nos dias atuais e que irão precisar do Gerente de Bem-Estar na Velhice ou o Conselheiro de Nutrição Especial que será a evolução do Personal Trainer de hoje adaptado as necessidades de pessoas no futuro em saber como comer, o que comer e aproveitarem melhor os alimentos industrializados e geneticamente modificados.

Novamente a Genética. E neste campos a Genealogia seria uma das funções mais valorizadas, já que com o mapeamento do Genoma Humano, doenças e eventuais defeitos genéticos podem ser evitados antes do nascimento pela manipulação dos genes. Assim como poderemos escolher sexo, cor dos olhos, dos cabelos, formato de nariz e orelhas baseados na herança genética presente em cada um, poderemos escolher o antepassado que desejaríamos reproduzir em nossos filhos e teríamos então que consultar um Conselheiro Genético. Parece ficção científica mas é quase realidade, já que um recente levantamento nos Estados Unidos pelo Conselho Americano de Aconselhamento Genético concluiu que já existem 2500 profissionais capazes de ocupar esta função. Esta opinião também é defendida pela TechCast, (www.techcast.com) e pela  Jorge Washington University nos estados Unidos já que uma pesquisa comprova que cerca de 30% dos pais vão querer alterar as características de seus filhos daqui a 10 anos. Coisa séria.

Temos aqui alguns pais que querem, ao mesmo tempo que os filhos se realizem como profissionais, que tenham profissões promissoras no futuro. Que tal começar a pensar em sentar seu filho ao lado do computador e ensiná-lo nos primeiros passos da Genealogia?

Comente esta nossa postagem, tente imaginar outras funções que possam ser Profissões do Futuro.

Fontes : www.fastfuture.com - www.techcast.org - Revista FAAP

Foto: Renan O. Olivas

Comentários (0) Trackbacks (0)

Sem comentários


Deixe um comentário

Enviar

Deixe um comentário
Insire um nome
Por favor introduza um endereço de email

Sem trackbacks

Sobre nós  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2014 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados