13    dez 20101 Comentário

Especialização – Palavra de ordem

Já respondi a emails e a um grande número de solicitações de usuários me perguntando sobre especialização em genealogia.

Sempre eu respondo que o melhor meio de se conseguir a especialização é a graduação no Curso de História, onde a genealogia é um dos módulos do currículo. Mas nem sempre as pessoas podem fazer uma faculdade e esperam uma resposta menos radical de minha parte. Claro que existem outras soluções, como por exemplo, cursos ministrados por professores e profissionais de história, aliás, a profissão de historiador agora é regulamentada pelo governo.

Uma das maneiras de você também pode se especializar é participando de algum grupo de representação, como o Colégio Brasileiro de Genealogia no Rio de Janeiro ou a ABRASP em São Paulo, ou os diversos institutos espalhados pelo Brasil. Quase todos os estados têm o seu Instituto. E são muitas instituições e com grande número de colaboradores e entusiastas.

Recentemente, e para ser exato pela LEI NR. 9.411 DE 25 DE NOVEMBRO de 2010 , nossos amigos do Rio Grande do Norte receberam de presente do Governo Estadual daquele Estado, o reconhecimento oficial como utilidade pública do Instituto Norte-Riograndense de Genealogia ou INRG. Merecidamente.

Se você é desta região do Brasil, faça o pedido para a sua inscrição. As atividades deste instituto precisam de você para ajudar a construir uma genealogia forte e significativa no Rio Grande do Norte, uma região riquíssima em história e memórias que devem ser preservadas por aqueles que amam a genealogia e amam o Brasil.

Ser membro de um Instituto não é nenhum bicho de sete cabeças, é muito simples e bem agradável. Basta você entrar em contato com o INRG e solicitar informações a respeito de sua participação.

Existem taxas de adesão e anuidades a serem pagas, isto é mais do que óbvio, mas eu acredito que estas taxas são quase que simbólicas se comparadas ao serviço que estes institutos oferecem.

Se você esta fazendo a sua árvore genealógica e quer conhecer um pouco mais sobre este assunto, fazer parte de um instituto como o INRG é parte obrigatória de seu aprendizado.

Quer participar? entre em contato com Ormuz Simonetti e tire as suas duvidas pelo seu Email

Só uma coisa muito importante. Um Instituto como o INRG, não faz pesquisa de nomes e nem de sobrenomes, é o local onde os genealogistas podem participar, trocar informações sobre pesquisas, aprender e ensinar e manter viva a paixão pela genealogia.

Em Breve estaremos divulgando outros institutos pelo Brasil, para que você possa participar de um pertinho de você.

Comentários (1) Trackbacks (0)
  1. Bom dia, Walter!
    Gostei muito das informações postadas aqui por vc e gostaria de saber se vc sabe se há algum instituto fora do Brasil, no meu caso em Lisboa que vc possa indicar. Sei q posso procurar no GOOGLE, mas gostaria de referências. Infelizmente no momento n consigo fazer um curso superior devido aos meus horários, mas se eu conseguir pelo menos fazer uma cadeira...acharia de grande valia.
    Estarei em BH em Janeiro, mas acho q vc é do RJ, não é mesmo?
    Com certeza vou fazer de tudo para encontrar-me como o Dr. Deusdedit Campos Pinto Ribeiro (Obra: DONA JOAQUINA DO POMPÉU - SUA HISTÓRIA SUA GENTE) e quem sabe não nos encontramos tb.
    Beijinhos e um Feliz Natal e ótimo Ano Novo para vc e toda essa grande família do Myheritage.

Deixe um comentário

Enviar

Deixe um comentário
Insire um nome
Por favor introduza um endereço de email

Sem trackbacks

Sobre nós  |  Entre em contato conosco  |  Privacidade  |  Diga a um amigo  |  Suporte  |  Mapa do site
Copyright © 2014 MyHeritage Ltd., Todos os direitos reservados